Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio empata com o Avenida e está na final do Gauchão

Tricolor teve amplo domínio da partida, mas perdeu gols e cedeu empate em 1 a 1.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Poucas vezes o Grêmio dominou tanto uma partida sem conseguir a vitória. Foi assim o empate com o Avenida, nesta quarta-feira. Placar de 1 a 1 que esfriou um pouco a torcida, mas a festa na Arena estava garantida com um lugar na final do Gauchão, que não vinha desde 2015. O título será decidido contra o Brasil de Pelotas, a partir do próximo domingo, com o primeiro confronto na Arena.

O Tricolor controlou plenamente a partida na etapa inicial, com qualidade nas trocas de passe e sem pressa para chegar ao gol. Quando os donos da casa tiraram o pé do acelerador, o Avenida até ameaçou em bolas paradas, só que o resumo da etapa foi 1 a 0 gremista que só não virou goleada de cara por detalhes e boas intervenções do goleiro Rodrigo.

Ele já começou trabalhando aos 2 minutos de partida, por sinal. Cheio de energia, o garoto Alisson tabelou com Maicon e disparou o chute cruzado, obrigando o goleirão a buscar no canto direito. Aos 8, Maicosuel fez outra tabela, agora com Luan, e devolveu para o craque na meia-lua. Na hora do chute, Claudinho conseguiu bloquear com o corpo e evitar o gol.

Depois de acumular escanteios e gastar a bola nas trocas de passe dentro do campo do Avenida, os gremistas aliviaram um pouco. Foi por isso que, aos 12 minutos, o Avenida até mostrou serviço no setor de taque. Helder surgiu na esquerda e escorou para Alexandre chutar forte, mas o veterano tocou para fora. A equipe de Santa Cruz também teve chances em dois escanteios. E não foi muito além disso.

Arthur abre o placar

Aos 19, o Tricolor já voltava a girar o carrossel pelo campo de jogo. Numa dessas jogadas, fez a bola rodar por todos os 10 jogadores de linha até chegar em Alisson. Ele tocou para Luan na risca da área e o atacante chutou forte, por cima da meta. De tanto anunciar o gol, ele veio. Aos 30, Brocador recebeu na linha de fundo e conseguiu se livrar a marcação para tocar com açúcar para Arthur. O volante invadiu a área na corrida e bateu cruzado para anotar o 1 a 0.

Luan tentou aumentar a contagem com belo chute de fora da área, porém Rodrigo espalmou com qualidade. Antes do intervalo, Madson perdeu chance incrível, na risca da pequena área. Foi Luan quem lançou Alisson no fundo e o atacante cruzou rasteiro da direita para o lateral completa. Após o desvio, a bola passou tirando tinta do poste esquerdo.

Avenida surpreende

O Avenida estava decidido a fazer bonito antes de deixar de vez o Gauchão e, aproveitando a pressão menor do Grêmio, foi buscar seu gol na segunda etapa. Ainda assim, o domínio da posse de bola foi gremista. E o Grêmio perdeu alguns gols no caminho. Na primeira chance, Alisson recebeu pelo alto na área, tentou o voleio e pegou mal, tocando por cima. O castigo veio a galope, mais precisamente aos 18 minutos, após o Tricolor ceder um escanteio.

Itaqui cobrou no segundo pau, a marcação falhou e Diego Torres apareceu livre. O atacante nem precisou pular para mandar de cabeça no canto esquerdo e anotar o 1 a 1.

Renato fez modificações, com Thonny Anderson no lugar de Brocador, Jael no lugar de Maicosuel e Cícero na vaga do aplaudidíssimo Arthur. Com isso, o Tricolor acelerou o jogo na busca da vitória.

Aos 23 minutos, Jael perdeu grande oportunidade. Arthur lançou Thonny na direita, ele cortou para o meio e cruzou na cabeça do centroavante, que mandou para fora. Cinco minutos depois, Madson perdeu o gol no que seria obra prima de Luan. O craque recebeu na intermediária e saiu a dribles para a linha de fundo. Entortou dois marcadores no caminho e, para invadir a área, entortou de novo. Fez o cruzamento para o lateral, que cabeceou livre, por cima.

Mais sustos e sem vitória

Daí o Avenida que quase marcou no contra-ataque. Diego Torres foi acionado no contragolpe e tocou para Marques. O atacante driblou dois e chutou forte, em cima de Paulo Victor. A “zebra” do interior continuou insistindo e, aos 43, quase virou num contra-ataque. Alexandre foi lançado livre e corria para a área, mas foi derrubado por Cortez, que levou o único amarelo da partida.

O Grêmio respondeu e fez um último esforço para desempatar na frente da torcida. Aos 46, Thonny disparou na esquerda e chutou forte, porém a zaga desviou. Na cobrança, Jael recebeu na frente da área e ligou com Luan. O atacante serviu Thonny de calcanhar para um chutaço no canto direito, que parou na última grande defesa de Rodrigo, mantendo o 1 a 1 no apito final.

Gauchão – Semifinal

Avenida 1

Rodrigo; Itaqui, Yuri, Claudinho e Roger; Carlinhos, Moisés Baiano (Diego Torres), Maurício (Ayrton) e Welder (Marques; Alexandre e João Neto.

Grêmio 1

Paulo Victor; Madson, Paulo Miranda Bressan e Cortez; Arthur (Cícero), Maicon, Luan e Alisson; Maicosuel (Jael) e Hernane Brocador (Thonny Anderson).

Gols: Arthur (30min/1ºT), para o Grêmio; Diego Torres (18min/2ºT), para o Avenida.

Cartão amarelo: Cortez.

Árbitro: Daniel Nobre Bins.

Local: Arena.

Público: 13.202 torcedores.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Hospital de Caridade Sant’Ana prestou contas à comunidade e fez o lançamento do seu almoço anual.

Os bombeiros conseguiram controlar o fogo antes que se espalhasse.

Após a prisão, o sujeito foi conduzido à UPA e, posterior, à Polícia Civil onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

O condutor da moto sofreu ferimentos, sendo encaminhado para atendimento no Hospital São Sebastião Mártir.