Giro do Vale / Destaque / Estado / Polícia

Grupo que planejava execução de policiais e membros do Judiciário, é desarticulado no Vale dos Sinos

Quadrilha também é suspeita de matar agente da Fase de Novo Hamburgo.

Foto: Policia Civil / Divulgação

Um suposto grupo de extermínio, que tinha o objetivo de executar policiais e membros do Poder Judiciário, foi desarticulado no final da tarde da terça-feira, dia 6. A informação só foi divulgada na manhã desta quarta, dia 7, pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de São Leopoldo, no Vale do Sinos.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram há um mês, quando policiais prenderam cinco homens e apreendeu grande quantidade de drogas, além de um arsenal que seriam usados para o resgate de um detento, conhecido como Gordo Márcio. Ele atualmente está detido na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas, onde cumpre pena de mais de 50 anos.

Após as prisões feitas no Bairro Feitoria, em São Leopoldo, foram apreendidos celulares. Nos aparelhos, foram encontradas conversas que relatam o plano de execução de autoridades da área da Segurança e do Poder Judiciário, além do planejamento para resgate de Gordo Márcio.

Mensagens citam execução de agente da Case

Outras mensagens nos celulares faziam menção à execução de um agente do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Novo Hamburgo, ocorrida no final de janeiro. Fotos das armas utilizadas e de um casal executado em São Leopoldo também foram encontradas. O homem e a mulher que foram mortos seriam os responsáveis pela segurança da esposa de Gordo Márcio, presa em Torres.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Condutor disse que pegou o veículo em Esteio e que receberia R$ 500 para entregá-lo em Sarandi

Dois criminosos teriam participado do crime

Uma carreta e um caminhão guincho se envolveram na colisão

Proposta foi aprovada por acordo dias depois da morte de um cachorro em um supermercado em Osasco (SP). Projeto segue para votação no Senado.