Giro do Vale / Estado / Política

Governo do Estado cancela venda de ações do Banrisul, por preço abaixo do desejado

Sartori pretendia sinalizar ao governo federal em busca de acordo para aderir ao RRF.

Foto: Divulgação

O governo do Rio Grande do Sul decidiu cancelar a venda parcial de ações do Banrisul porque a liquidez das ações ordinárias, com direito a voto, segue baixa e o preço não alcançou o nível desejado pelo Estado, informou o governo. A operação foi anunciada pelo governador, José Ivo Sartori, em outubro do ano passado e detonou, de um lado, fortes resistências no campo político e, de outro, frustração do mercado pela manutenção do controle acionário do banco nas mãos do Piratini. Não foi informado qual era o preço-alvo desejado para a realização da transação.

A venda do Banrisul é tema de embate entre o Rio Grande do Sul e o Tesouro Nacional. O Estado quer aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), mas a União exige que todas as estatais sejam colocadas à venda em troca do socorro. O governo gaúcho já sinalizou que aceita vender todas, menos o banco estatal. A venda parcial das ações até o limite de 49% do capital votante do banco era interpretada pelos integrantes do governo como um gesto que poderia amenizar a insistência do Tesouro em exigir a privatização total da instituição.

Embora não tenha constado na primeira versão do plano de recuperação apresentada pelo Estado, os gaúchos pretendiam incluir a receita esperada com a venda parcial do Banrisul nas previsões para o equilíbrio financeiro do Estado. Com o anúncio de venda, o mercado se frustrou, porque via a permanência do risco de ingerência sobre a instituição. No dia do anúncio, as ações preferenciais do banco caíram mais de 10%, cotadas a R$ 15,50.

Hoje, no entanto, elas fecharam cotadas a R$ 19,70, com valorização de quase 38% no ano. Já as ações ordinárias, com direito a voto, são cotadas a R$ 25,30, com queda de 2,47% em 2018 e valorização de mais de 31% em 12 meses. Mesmo assim, o governo gaúcho justificou o cancelamento dizendo que não vai vender o banco “a qualquer preço”. “A liquidez das ações ordinárias segue baixa e não está alcançando o preço desejado pelo Estado. Conforme o governador já havia dito, as ações do Banrisul não serão vendidas a qualquer preço. Portanto, a operação foi cancelada”, informou o Piratini.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Homem é apreendido com crack em Teutônia

Próximo a ele, enterrado em um monte de saibro, foram localizadas 21g de cocaína e 221g de maconha

Motoqueiro colidiu na lateral do automóvel na Avenida Benjamin Constant

Apostas podem ser feitas até às 19h

Escolas, creches e postos de saúde permanecerão com expediente normal