Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio tem tranquilidade quanto a grande número de centroavantes no grupo

Alberto Guerra projetou que André, Jael e Hernane terão oportunidades com três competições para disputar.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio não se preocupa com pressões internas no grupo pelo grande número de centroavantes competindo por lugar no time. A avaliação é do diretor de futebol, Alberto Guerra. Em entrevista à Rádio Guaíba, nesta segunda-feira, ele garantiu que a chegada de André não tirou a harmonia do plantel, mesmo que tenha se credenciado à titularidade rapidamente.

Conforme Guerra, a própria qualidade ofensiva do grupo e o número de competições importantes a disputar manterão os comandados de Renato Portaluppi focados nos objetivos. “O Jael vem desempenhando muito bem as funções quando necessário e o Hernane (Brocador) não deixou a desejar a ninguém”, exemplificou o dirigente. Em outra função, o garoto Everton se consolidou como opção de velocidade.

Apesar de manter o discurso de que tentará sempre manter a força máxima em Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores, o Tricolor sabe que vários momentos exigirão além dos 11 titulares. Isso, claro, refletirá no uso de vários centroavantes. “O Grêmio está muito bem servido de ataque para disputar todas as três competições”, definiu Guerra.

Numeroso no ataque, o grupo gremista ainda gera dúvidas no setor defensivo, porém. “Sempre achamos importante ter um quinto zagueiro”, reconheceu o diretor de futebol. “Entendemos que, até a parada da Copa do Mundo, o mercado está se segurando. Até lá, vamos analisar esse início de Brasileirão e ver como a equipe irá se comportar dentro dos desafios que ele impõe.”

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Com os presos a polícia encontrou R$ 740 em notas de R$ 20 falsificadas

Dupla chegou ao local do crime e disparou ao menos cinco tiros na direção da vítima

Estado teve 17,5 mil solicitações do benefício em janeiro, maior número para o mês em 10 anos