Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Reservas do Grêmio perdem no fim para o Botafogo

Tricolor fez frente aos cariocas, mas mostrou falhas que permitiram o 2 a 1.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

O Grêmio poupou jogadores e foi castigado com derrota para o Botafogo, neste sábado, no Engenhão. O Tricolor saiu atrás, ainda buscou um empate e melhorou na segunda etapa. O time desentrosado, contudo, escancarou falhas e permitiu aos donos da casa marcarem 2 a 1 nos minutos finais para vencerem a primeira no Brasileirão.

Com o resultado, o Tricolor fica com quatro pontos e deve desabar na tabela de classificação com o andamento da rodada. O Botafogo vai a cinco e figura na vice-liderança. Agora, o Grêmio foca no Cerro Porteño, terça, pela Libertadores. No Brasileirão, volta a atuar contra o Santos, no dia 6.

1º tempo complicado

Os gremistas saíram no lucro de um primeiro tempo difícil e que poderia ter encerrado com o Botafogo na frente. Desentrosado, o Grêmio errou muitos passes e viu os donos da casa dominarem o campo ofensivo. Ainda levou o gol, mas respondeu de imediato e evitou o prejuízo.

Em busca da primeira vitória no Brasileirão, os cariocas apertaram os reservas do Tricolor desde o primeiro minuto. No primeiro lance, Matheus Fernandes escapou pelo meio, se livrou da marcação e chutou forte. Paulo Victor, vencido no lance, apenas respirou aliviado quando a bola explodiu no poste esquerdo e saiu.

Enquanto o Botafogo acumulava escanteios, o Tricolor teve uma resposta tímida aos 11 minutos. Madson foi lançado na direita, escapou da zaga e tocou para Alisson na cara do gol. O atacante se atirou para bater de voleio e encobriu a meta de Jefferson.

Gols em sequência

Aos 19, Paulo Victor fez a grande defesa da partida. Leo Valência cobrou escanteio, Marcinho cabeceou contra o chão e a bola subiu destinada ao ângulo direito, mas o goleiro gremista voou para espalmar. No contra-ataque do Grêmio, Jefferson evitou um gol contra de Igor Rabelo. Na jogada de Maicosuel, o defensor se atirou na bola e acabou chutando contra a própria meta, parando nas mãos do goleiro no canto direito.

A pressão do Botafogo furou o bloqueio aos 35 minutos. Marcinho lançou Brenner na esquerda, o atacante driblou Madson e chutou rasteiro com pouco ângulo. Paulo Victor fechou mal o espaço e viu a bola bater na trave esquerda e entrar no cantinho para o 1 a 0.

A resposta tricolor veio no lance seguinte, em um escanteio. Alisson cruzou com perfeição, vendo a corrida de Michel. O volante saltou junto com a zaga e cabeceou para o fundo das redes, igualando em 1 a 1. Resultado melhor que a atuação antes do intervalo.

O Botafogo não teve o mesmo domínio no segundo tempo e o Grêmio aproveitou para se soltar, apesar da equipe reserva. Aos cinco minutos, Maicosuel já teve grande chance. Ele apostou corrida na esquerda, driblou Marcinho e chutou de chapa no canto esquerdo, mas Jefferson conseguiu defender.

Grêmio melhora, perde chances e acaba castigado

Numa partida truncada, novo lance de perigo só ocorreu aos 16, numa falta sobre Alisson. Luan tentou o chute colocado, tinha endereço certo, mas carimbou a barreira. O Tricolor seguiu com alguma liberdade para atacar e, aos 23, Luan perdeu uma chance daquelas de lembrar por anos. Madson foi lançado na direita e cruzou com perfeição na marca do pênalti. Livre até para dominar, Luan chutou de primeira, fez o pé de gancho e isolou por cima.

O Botafogo foi responder apenas aos 25 minutos, e desperdiçando de maneira incrível o 2 a 1. Gilson recebeu na esquerda e cruzou na área. A bola passou por todos os marcadores e sobrou para Ezequiel na cara do gol, mas o atacante chutou completamente torto, para o canto oposto e direto em tiro de meta.

A essas alturas, o Grêmio já estava transformado, com Pepê, Cícero e Lima nos lugares de Luan, Michel e Maicosuel. A gurizada quase fez a diferença aos 43. Alisson combinou com Lima, a bola sobrou com o atacante desequilibrado, mas ele tentou o chute e bateu em cima do goleiro. Pepê recolheu o rebote e tentou o chute, mas carimbou a marcação.

Aos 47, entretanto, uma falha do goleiro Paulo Victor botou tudo a perder. Depois de cobrança ruim de escanteio, o lateral Gilson recebeu no meio-campo. De muito longe, chutou colocado no canto direito. Paulo Victor teve bastante tempo para se posicionar, mas saltou fraco e viu a bola resvalar em sua mão e entrar para o 2 a 1.

Brasileirão – 3ª rodada

Botafogo 2

Jefferson; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Lindoso, Fernandes, Renatinho, Leo Valência (Marcos Vinicius); Rodrigo Pimpão (Ezequiel) e Brenner (Kieza).

Grêmio 1

Paulo Victor, Madson, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Jailson, Michel (Cícero), Luan (Pepê), Maicosuel (Lima), Alisson e André.

Gols: Brenner (35min/1ºT) e Gilson (47min/2ºT), para o Botafogo; Michel (37min/1ºT), para o Grêmio.

Cartões amarelos: Joel Carli (B) e Marcelo Oliveira (G).

Árbitro: Vinicius Gonçalves.

Local: Engenhão, no Rio de Janeiro.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

A vítima, de 28 anos, procurou ajuda em um propriedade rural, tendo sido acionado o policiamento.

Colisão frontal entre micro-ônibus e táxi ocorreu no km 6 da RSC 453

Chuva será volumosa na Região Oeste, Noroeste e Centro do Estado

Jacir Potrich sumiu na noite da terça-feira, e câmeras de segurança não flagraram homem deixando sua residência