Giro do Vale / Polícia / Vale do Taquari

Caminhoneiros realizam protesto contra aumento de combustíveis na região

Atos ocorrem em Lajeado, Estrela, Taquari e Venâncio Aires

Foto: Natalia Ribeiro / Grupo Independente / Divulgação

Motoristas de caminhão fizeram protestos na última segunda-feira, dia 21, no Vale do Taquari, contra o novo aumento do valor do diesel nas refinarias, que tem previsão de entrar em vigor nesta terça-feira, dia 22. Os manifestantes bloquearam rodovias em Taquari e em Venâncio Aires durante a manhã. Em Estrela, o descontentamento foi demonstrado à tarde, em ato na Rua Augusto Frederico Markus, altura do acesso ao Porto de Estrela pela BR-386, sem interrupção da rodovia. Outro grupo protestou no km 341 da rodovia federal, no acesso ao Bairro Conventos, em Lajeado.

Por volta das 16h40, teve início um bloqueio na BR-386, próximo ao Posto Rosinha, em Paverama, com queima de pneus. O policiamento e o Corpo de Bombeiros foram acionados, apagaram as chamas e fizeram a limpeza da pista, que foi liberada após pouco mais de uma hora. Em Taquari, o ato ocorreu na ERS-436, conhecida como Rodovia Aleixo Rocha. Em Venâncio, caminhoneiros bloquearam a RSC-287, em frente ao posto Chama. Atos ocorreram em 20 estados e no Distrito Federal, de acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O que dizem os trabalhadores

Para o motorista Gilberto, de Frederico Westphalen, que atua há 41 anos na função, a greve teria validade, se a categoria tivesse mais representatividade tanto no congresso como no senado. “ Não temos uma entidade forte, então provavelmente não temos ninguém para nos representar”, afirma. Já o caminhoneiro César, de Campo Bom, diz que a paralisação é precisa, porque a categoria está passando por necessidade. “Nós não temos mais como trabalhar”, explica.

De acordo com os manifestantes que estavam no estacionamento da Vale Log, na ERS-130, em Arroio do Meio, na bomba, o custo do litro chega a R$ 4, inviabilizando os fretes. Apenas no último mês, o valor subiu 18%. Há 12 anos na estrada, o santa-clarense Gerson Trojeaike afirma que a carga tributária em cima do combustível está muito alta. “Este aumento, dia a dia, do combustível está insuportável”, explica.

Para Adriano Weber, motorista que protesta nas proximidades do Porto de Estrela, “nós (caminhoneiros) não temos mais condições de atuar, do jeito que estamos trabalhando”.

Atos programados para a terça-feira

Os motoristas estão engajados à causa e afirmam que os atos ganharão força nesta terça-feira, no Vale do Taquari. A partir das 6h, será bloqueado o km 341 da BR-386, em Lajeado, nas imediações do acesso ao Bairro Conventos, em ambos os sentidos. A paralisação deve durar uma hora, momento em que os condutores terão a passagem liberada pelo mesmo período e o trecho voltará a ser trancado, sucessivamente.

Já na alça de acesso ao Porto de Estrela, também pela rodovia federal, os caminhoneiros farão concentração a partir das 8h, mas sem interrupções na via. Para a tarde, está programado um ato dos agricultores, às 13h, junto ao Restaurante Glória, em Bom Retiro do Sul.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Equipe bom-retirense buscará a recuperação jogando em casa na próxima rodada.

Nos titulares, situação da equipe fica complicada na busca pela classificação.

Nota de R$ 50,00 foi entregue para pagar combustível

Homem estava com uma bolsa na mão e, ao receber ordem de parada, fugiu por dentro de um banhado