Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Geral

Bom Retiro do Sul vence a disputa do Dia do Desafio

O município mobilizou 24% de sua população

Foto: Divulgação

A mobilização da comunidade de Bom Retiro do Sul garantiu a vitória no Dia do Desafio 2018, onde diversas pessoas mobilizaram-se realizando alguma atividade física na última quarta-feira, dia 27.

Na disputa com o município de Cerro Grande do Sul, Bom Retiro do Sul mobilizou 2.883 pessoas, mobilizando 24% de sua população. O município adversário mobilizou 987 pessoas – 10% de sua população.

Em Bom Retiro do Sul a mobilização envolveu escolas, empresas e praticantes do esporte. Durante todo o dia, os participantes do Dia do Desafio realizaram diversas atividades físicas, como ginástica laboral, alongamentos, danças, muay thay, caminhadas, corridas e diversas atividades recreativas.

Para o Coordenador de Secretaria da STEL (Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer), Pedro Ferreira da Silva Júnior, o envolvimento da comunidade foi fundamental para alcançar a vitória no desafio. “Agradeço a todos os voluntários, professores e diretores de todas as escolas, das creches e também da empresa Atlas, que participaram e se empenharam em mobilizar e praticar uma atividade física. Esta união e mobilização foi importante para que vencêssemos o desafio”, destacou Pedro Ferreira.

No próximo ano, o desafio será novamente contra o município de Cerro Grande do Sul.

Sobre o Dia do Desafio

O Dia do Desafio é organizado pelo SESC e é celebrado anualmente na última quarta-feira do mês de maio. Em 2018, o Dia do Desafio estava marcado para 30 de maio, mas foi adiado devido à paralisação dos caminhoneiros.

O principal objetivo da data é motivar à população a prática de atividades físicas, seja para melhorar a saúde física como também a mental. A proposta é que cada pessoa faça qualquer tipo de exercício físico por pelo menos 15 minutos, fazendo desta ação um hábito diário.

 

AI

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O motociclista negou o teste do etilômetro, sendo autuado administrativamente.

Na justificativa da proposta, o senador Airton Sandoval cita estudos feitos em países diversos que vinculam a adoção do horário de verão com o desenvolvimento de problemas de saúde.

Máxima pode chegar aos 30°C em algumas cidades do Estado

Indivíduo, que ainda não teve a identidade confirmada, teria sido alvejado por quatro disparos de arma de fogo.