Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Destaque / Geral

MP abre inquérito para apurar possível irregularidade no Natal nas Águas

Processo visa apurar o recebimento de valores oriundos de expositores do evento na conta bancária particular de um secretário municipal

Foto: Divulgação

A Promotoria de Justiça do Ministério Público Estadual, em Estrela, abriu inquérito civil para apurar possíveis irregularidades na última edição do Natal nas Águas de Bom Retiro do Sul. A investigação é baseada no pagamento no valor de R$ 1,1 mil feito, por parte de um dos expositores do evento, na conta bancária particular do secretário municipal de Turismo, Esporte e Lazer, Luís Eduardo Arce, o “Tego”, para uso do espaço.

A denúncia foi protocolada pelos vereadores Airton Giacomini (PDT) e Paulo Cesar Cornélius, o “PC”, (PRB), respectivamente presidente e vice do Legislativo local, em abril. Conforme Paulo Cesar, foram formalizados alguns pedidos de informações relacionados ao evento. “Um dos expositores fez um depósito para ter um espaço no evento. Surgiram boatos de que este pagamento foi feito na conta particular do secretário Tego”, afirma.

O vereador diz que obteve acesso as provas do depósito. “Conseguimos ‘prints’ das conversas e fomos até a Promotoria”, frisa. “Comprovamos que foi feito o depósito na conta do próprio secretário”. Estas conversas e uma cópia do comprovante de depósito foram anexadas na denúncia. A Câmara de Vereadores também solicitou que a prefeitura encaminhe o extrato da conta específica do evento, a fim de confirmar se o valor foi repassado da conta pessoal do secretário para a do Natal nas Águas.

Na sessão da Câmara desta semana o vereador do PRB pediu informações para saber se a prefeitura abriu sindicância para apurar a possível irregularidade.

O secretário foi procurado pela reportagem e preferiu não se manifestar antes de analisar melhor o caso junto com seu advogado.

A abertura do inquérito foi determinada pelo promotor Daniel Cozza Bruno.

 

O Informativo do Vale / Giro do Vale

Comentários

  1. Anônimo disse:

    Parabéns aos vereadores Giacomini e Pc por denunciarem tal abuso por parte dessa administração porca que temos hoje!

  2. Anônimo disse:

    Isso é bom retiro vergonha essa administração

Publicidade

Últimas Notícias

Porém, o pedido foi negado pela Justiça, mesmo com parecer favorável do Ministério Público (MP)

Previsão é que a Draco comece a operar em maio de 2019, a partir do ingresso de novos servidores na corporação

Ministério da Saúde ampliou prazo para até terça-feira, na tentativa de preencher vagas que faltam

Termômetros voltam a superar os 30°C em vários pontos