Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Destaque / Geral

Obra do pórtico de Bom Retiro do Sul seguirá no mesmo local

Vereadores cobravam mudança, mas prefeito afirma que não é possível modificar o projeto neste momento.

Foto: Juliano Beppler

Nos últimos dias um dos assuntos que tem sido bastante debatido no município é a localização da instalação do pórtico turístico no acesso a Bom Retiro do Sul para que chega a cidade através da BR-386. Vereadores queriam a troca de local, mas prefeito afirma que não é possível modificar o projeto neste momento, e garantiu que a obra seguirá no mesmo local.

Quem passa pela ERS-128 já vê as fundações nos dois lados da pista. A obra de colocação do pórtico turístico já foi iniciada, e acabou gerando discordância por parte dos vereadores, e também da comunidade, que acreditam que o dispositivo poderia ser instalado mais próximo da BR-386, para que a cidade tivesse maior visibilidade de quem passa pela rodovia.

REUNIÕES DO LEGISLATIVO

Os vereadores procuraram o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) e Departamento Nacional de Infraestrutura e Trânsito (DNIT) nos últimos dias para buscar alternativa que possibilitasse a mudança de local da obra.

O local onde a obra está ocorrendo é o mais próximo da BR-386 permitido pelo Daer segundo suas orientações técnicas, levando em conta a distância de curvas entre outros itens. No entanto o Engenheiro do DAER, Luiz Fernando Souza, sugeriu que os parlamentares tentassem a liberação da instalação na área de domínio do DNIT, que é de 80m além da BR-386.

O responsável técnico do DNIT, Engenheiro Adalberto Jurach apontou com a possibilidade de instalação na área da autarquia, porém o tamanho do pórtico aumentaria em pelo menos oito metros de extensão e o município teria que arcar com os custos da alteração de local da rede elétrica da RGE Sul, que está no local onde seria permitida a obra.

ÁREA DE ESTRELA

O prefeito Edmilson Busatto ressaltou que a administração sempre buscou a instalação do pórtico em um local mais próximo possível da rodovia, mas não foi possível. “O local onde o DNIT possibilitaria a realização da obra, e primeiro lugar pertence ao município de Estrela nos dois lados, aumentaria o custo da obra consideravelmente pois teria que ter oito metros a mais de estrutura de ferro, além do custo da remoção da rede elétrica”, frisa

Busatto confirma que a obra continuará sendo feita no mesmo local. “Tínhamos prazo para começar a fazer essa obra até o dia 30, do contrário teríamos que devolver 50% do valor para a União. O pórtico será construído no local onde já iniciou”, ressaltou.

Segundo o prefeito, a mudança de local elevaria o valor da obra para em torno de R$ 400 mil. “Temos demandas mais prioritárias na cidade, e não poderíamos investir um montante desses”, finalizou o Chefe do Executivo.

 

Giro do Vale

Comentários

  1. anonimo disse:

    então não faz…se é para ser ali não faz..ali não é o lugar certo..não sei como fazem uma coisa desta.se é pra ser ali não presisa ter.se é pra fazer pelo menos faz bem feito

Publicidade

Últimas Notícias

Traficantes e policiais chegaram a trocar tiros durante a operação.

Pesquisa da ANP mostra movimentos distintos no valor dos combustíveis desde a paralisação nas rodovias, ocorrida no final de maio.

Governador reuniu-se com o ministro da Segurança Pública nesta terça-feira, dia 17.

Temperaturas sobem em todo o Estado e marcas podem chegar a 32°C.