Giro do Vale / Esporte / Inter

Frequentes lesões de Damião, fazem Inter ir atrás de atacante

Direção analisa jogadores dos mercados europeu e sul-americano.

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

As frequentes lesões de Leandro Damião, que lhe tiram o ritmo, prejudicam o seu rendimento e fazem rarear os seus gols, preocupam os dirigentes e o técnico Odair Hellmann. Neste momento, quando a Copa do Mundo já vive os seus derradeiros episódios na Rússia, o centroavante tenta recuperar-se de um novo problema médico em Atibaia, onde o Inter realiza intertemporada. Se o jogo contra o Atlético-PR, que marca a reestreia do time colorado no Campeonato Brasileiro, fosse hoje – e não em 19 de julho -, Damião seria mais um desfalque.

Por isso, os dirigentes decidiram que irão concentrar esforços para reforçar o setor já nesta janela de transferências. Neste momento, o vice de futebol, Roberto Melo, e o diretor executivo, Rodrigo Caetano, esquadrinham o mercado europeu e sul-americano em busca de um jogador que possa concorrer com Damião para vaga no comando de ataque do Inter. “Não podemos falar publicamente sobre as nossas prioridades, mas elas não fogem muito do que todos enxergam. Estamos trabalhando”, enfatiza Roberto Melo.

Sem muito dinheiro, o Inter analisou o mercado brasileiro, em um primeiro momento. Porém, os bons jogadores não estão disponíveis. Então, voltou-se para outras opções. Melo, inclusive, conversou com o atacante Taison, que embora não seja da mesma posição, não esconde o desejo de voltar a vestir a camisa do Inter. “É um negócio muito difícil. O Taison é um jogador valorizado, que interessa a outros clubes. Não posso criar uma expectativa falsa nos torcedores”, continua Roberto Melo.

Após figurar na Seleção que acabou desclassificada do Mundial da Rússia, Taison curte um curto período de férias. Nos próximos dias, ele se reapresenta ao Shakhtar Donetsk, com quem tem contrato até 2021. Especula-se na Europa que o atacante se transfira para algum clube inglês já nesta janela, o que também deve render algum dinheiro ao Inter pelos direitos de formação.

O ataque é a prioridade, mas o Inter também busca um meia articulador. Nos próximos dias, além disso, deve confirmar a contratação do volante Rithely, que já treina com o grupo em Atibaia.

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Porém, o pedido foi negado pela Justiça, mesmo com parecer favorável do Ministério Público (MP)

Previsão é que a Draco comece a operar em maio de 2019, a partir do ingresso de novos servidores na corporação

Ministério da Saúde ampliou prazo para até terça-feira, na tentativa de preencher vagas que faltam

Termômetros voltam a superar os 30°C em vários pontos