Giro do Vale / Estrela / Polícia

Acusado de tentativa de homicídio é preso pela Polícia Civil de Estrela

Jovem é suspeito de ser o autor do atentado contra Paulo Roberto da Silva Fernandes (37) em 14 de junho, no bairro Imigrantes.

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um homem suspeito de Tentativa de Homicídio foi preso por volta das 11h desta quarta-feira, dia 22, pela Polícia Civil de Estrela. De acordo com o delegado José Romaci Reis, o indivíduo de 20 anos, morador do Bairro Oriental, se apresentou na delegacia, acompanhado de uma advogada. Contra o mesmo havia expedido mandado de prisão preventiva solicitado pelo delegado e expedido pela justiça local.

Conforme o delegado, o sujeito é suspeito de ser o autor do atentado contra Paulo Roberto da Silva Fernandes (37), ocorrido na manhã do dia 14 de junho, no Bairro Imigrantes, em Estrela. Na ocasião, a vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo no rosto, tórax e abdômen, sendo encaminhada para atendimento no Hospital Estrela. O fato se passou no campo de futebol do centro de lazer junto a localidade conhecida como Chácara da Prefeitura. O homem foi levado pelo Corpo de Bombeiros de Estrela para a Casa de Saúde, onde recebeu atendimento e, posteriormente, foi liberado.

Reis explica que a própria vítima apontou a autoria do crime. O acusado por sua vez teria relatado a polícia que apenas estava junto e que o autor dos disparos seria uma menor de idade. Contudo, o menor, que também já foi ouvido, apontou a autoria para o sujeito preso hoje. O homem, que possui diversos antecedentes policiais, desde a sua adolescência, foi recolhido sistema prisional.

 

Grupo Independente

Comentários

  1. silvam disse:

    porque q nao dao o nome virou moda

Publicidade

Últimas Notícias

Homem é apreendido com crack em Teutônia

Próximo a ele, enterrado em um monte de saibro, foram localizadas 21g de cocaína e 221g de maconha

Motoqueiro colidiu na lateral do automóvel na Avenida Benjamin Constant

Apostas podem ser feitas até às 19h

Escolas, creches e postos de saúde permanecerão com expediente normal