Giro do Vale / Destaque / Estado / Polícia

Suspeitos de assalto a banco no Vale do Taquari são presos pela Polícia Civil

Operações Vespasiano e Jaguarão foram deflagradas nesta terça

Foto: Polícia Civil / Divulgação

A Polícia Civil deflagrou duas operações na manhã desta terça-feira, dia 21, que resultaram na prisão de dois indivíduos suspeitos de envolvimento em assaltos pelo RS, incluindo a uma agência bancária e uma lotérica de Vespasiano Corrêa, no Vale do Taquari, no fim do mês de maio.

Agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos (1ªDR), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), e da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Bagé, deflagraram as Operações ‘Vespasiano’ e ‘Jaguarão’.

Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e duas pessoas foram presas preventivamente. As ações foram realizadas em Gravataí, Cachoeirinha, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Capela de Santana e Bagé. O objetivo é de combater uma organização criminosa responsável por diversos crimes contra estabelecimentos bancários, estabelecimentos comerciais e pessoas físicas (doleiros).

Conforme a polícia, as ordens judiciais estão relacionadas a três roubos. Em agosto de 2017, na cidade de Aceguá, no Uruguai, três doleiros foram roubados na fronteira com o Brasil. O segundo crime foi praticado em novembro do mesmo ano, quando cinco indivíduos arrombaram uma agência bancária no distrito da Colônia Nova, na cidade de Aceguá, onde foram levados dinheiro, uma arma de fogo e um cofre.

Já em maio deste ano, em Vespasiano Corrêa, cinco indivíduos com armas longas atacaram uma agência do Banrisul e uma lotérica. Dois suspeitos de envolvimento na quadrilha foram mortos em confronto e outros três homens já haviam sido presos, incluindo o policial militar Renan Machado Gonçalves, lotado em Lajeado.

Os suspeitos presos nesta manhã são Carlos Alexandre dos Santos Xavier, detido em Gravataí, e Aldacir da Maia, em São Leopoldo. Um terceiro indivíduo, Edson da Luz, ainda é procurado pela polícia. Um quarto mandado cumprido nesta manhã foi contra o PM Renan Machado Gonçalves, que já responde a Inquérito Policial Militar.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Crime teria ocorrido na frente do filho da vítima, e seu companheiro é o principal suspeito

Vítima foi alvejada com três tiros na madrugada do dia 30 de março

Áreas de instabilidade podem trazer chuva em alguns pontos do Estado

Condutor de um dos veículos envolvidos, fugiu do local