Giro do Vale / Geral / País

Receita Federal libera segunda-feira consulta ao quarto lote de restituição do IR

Lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017

A consulta ao quarto lote de restituição do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) 2018 será liberada a partir das 9h da próxima segunda-feira, dia 10. Esse lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

A correção variará de 3,15%, para as declarações entregues em maio deste ano, até 105,27%, para os contribuintes que estavam na malha fina desde 2008. O índice equivale à taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada desde o mês de entrega da declaração até setembro deste ano.

O crédito bancário para 2.646.626 contribuintes será feito no dia 17 de setembro, totalizando o valor de R$ 3,3 bilhões. Desse total, R$ 219,3 milhões são destinados a contribuintes com prioridade: 4.863 idosos acima de 80 anos, 36.308 entre 60 e 79 anos, 5.490 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 18.409 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita na internet, ou ligar para o Receitafone, através do número 146. Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível verificar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

A Receita oferece ainda aplicativos para tablets e smartphones para consulta à declaração e à situação cadastral no CPF. Com ele é possível verificar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre a liberação das restituições e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento, por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Malha fina

No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 747 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2017 devido a inconsistências nas informações prestadas. Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Declarações

A Receita Federal informou que recebeu 29.269.987 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2018, ano-base 2017. O número superou a expectativa do Fisco, que esperava receber 28,8 milhões de declarações neste ano.

Desse total, de acordo com a Receita Federal, 317.920 declarações foram enviadas por meio de dispositivos móveis. No Rio Grande do Sul, foram entregues 2.084.425 declarações. A quantidade foi 2,17% maior do que a estimada.

 

O Sul

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Condutor de um dos veículos envolvidos, fugiu do local

Ações foram na madrugada desta sexta, dia 19, na região central

Moto bateu em carro que estava parado, e condutor não resistiu aos ferimentos

Brigadiano teve fratura frontal do crânio. Ele está internado na UTI. Fato ocorreu após o Gre-Nal