Giro do Vale / Destaque / País / Política

Bolsonaro e Haddad decidirão eleição para presidente no segundo turno

O novo presidente será conhecido na noite de 28 de outubro.

Foto: Divulgação

Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) disputarão em segundo turno, marcado para o dia 28 de outubro, a Presidência da República. Com 99,99% das urnas apuradas, o candidato do PSL tinha 49.275.358 votos válidos (46,03%) contra 31.341.839 (29,28%) do petista. Ciro Gomes (PDT) ficou na terceira posição, com 13.344.074 (12,47%) dos votos.

O PSDB, que disputou o segundo turno nas quatro últimas eleições (2002, 2006, 2010 e 2014), amargou a quarta posição neste ano com o candidato Geraldo Alckmin, que obteve 5.096.277 (4,76%) dos votos válidos. Marina Silva, que em 2014 chegou em terceiro, agora ficou em oitavo, com 1.069.538 (1%) dos votos.

Os candidatos que disputam o segundo turno têm perfis diferentes não só nas propostas como na trajetória política. Capitão da reserva do Exército, Bolsonaro foi deputado federal pelo Rio de Janeiro por 27 anos e acumula críticas em relação a discussões sobre questões de gênero, sexualidade e direitos humanos, além de defender a militarização de escolas e o armamento da população.

Já o professor universitário Fernando Haddad foi ministro da Educação e prefeito de São Paulo. Substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cuja candidatura foi barrada pelo TSE por causa das condenações por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em segunda instância, Haddad concentrou sua campanha no primeiro turno na defesa dos feitos da gestão de Lula e prometeu retomar o desenvolvimento econômico com inclusão social.

O novo presidente será conhecido na noite de 28 de outubro. A posse está marcada para 1º de janeiro de 2019.

Confira os números*

Jair Bolsonaro (PSL): 46,03%
Fernando Haddad (PT): 29,28%
Ciro Gomes (PDT): 12,47%
Geraldo Alckmin (PSDB): 4,76%
João Amoêdo (Novo): 2,50%
Cabo Daciolo (Patriota): 1,26%
Henrique Meirelles (MDB): 1,20%
Marina Silva (Rede): 1,00%
Alvaro Dias (Podemos): 0,80%
Guilherme Boulos (PSOL): 0,58%
Vera (PSTU): 0,05%
Eymael (DC): 0,04%
João Goulart Filho (PPL): 0,03%

*Valores com 99,99% das urnas apuradas

 

GaúchaZH

Comentários

  1. um aí disse:

    Com certeza vou de 17! Não quero ver meu país virar uma Venezuela ou uma Cuba, e nem quero dar chance para quem saqueou a Petrobrás por anos, voltar a roubar o Brasil e tirar a nossa dignidade!

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Homem é apreendido com crack em Teutônia

Próximo a ele, enterrado em um monte de saibro, foram localizadas 21g de cocaína e 221g de maconha

Motoqueiro colidiu na lateral do automóvel na Avenida Benjamin Constant

Apostas podem ser feitas até às 19h

Escolas, creches e postos de saúde permanecerão com expediente normal