Giro do Vale / Geral / País

Governador do Rio de Janeiro é preso em nova etapa da Lava Jato

Agentes da Polícia Federal cumpriram mandado contra o político nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira no Palácio Laranjeiras

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (MDB), foi preso pela Polícia Federal nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira. A ordem partiu do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e envolve um processo da Lava Jato que tramita na Corte. Pezão foi preso no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governador. Agentes da Polícia Federal também cumpriram mandados de busca e apreensão no Palácio Guanabara, sede do Executivo estadual.

A prisão foi determinada acom base na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sergio Cabral, antecessor de Pezão.

De acordo com as investigações, o governador recebia mesada de R$ 150 mil quando era vice de Cabral, entre 2007 e 2014. O delator ainda detalhou o pagamento de 13º de propina e de bônus ao político. Pezão será levado para a sede da Polícia Federal na região portuária da capital fluminense.

Há ainda mandados contra o ex-secretário de Obras do estado do Rio, Hudson Braga, e dois homens apontados como operadores de um complexo esquema de segurança. Pezão é o terceiro governador do Rio de Janeiro preso e o primeiro em cumprimento do mandato. Os ex-governadores Anthony Garotinho e Sergio Cabral foram presos. Também foram detidos, anteriormente, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, Jorge Picciani (MDB) e vários parlamentares da Casa.

O R7 ainda tenta contato com a defesa de Pezão e com o governo do Rio de Janeiro.

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Corpo estava próximo ao Rancho Bonanza

Trio armado rendeu as duas pessoas que estavam no veículo

Regiões mais afetadas são monitoradas pela RGE e pela RGE Sul