Giro do Vale / Geral / Saúde

Ministério da Saúde lançará edital para preencher vagas de cubanos

Pasta dará prioridade a profissionais formados no Brasil

Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira que vai lançar um edital nos próximos dias para médicos que queiram ocupar as vagas a serem deixadas pelos profissionais cubanos que integram o programa Mais Médicos. “Será respeitada a convocação prioritária dos candidatos brasileiros formados no Brasil, seguida de brasileiros formados no exterior”, diz a nota encaminhada à imprensa.

A pasta recebeu, pela manhã, o comunicado da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), no qual o governo cubano informa que vai deixar de participar do programa. “O governo federal está adotando todas as medidas para garantir a assistência dos brasileiros atendidos pelas equipes da Saúde da Família que contam com profissionais de Cuba”, informou.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) se manifestou sobre o anúncio do governo de Cuba. Em nota divulgada à imprensa, afirma que o Brasil conta com médicos formados em número suficiente para atender às demandas da população. “Para estimular a fixação dos médicos brasileiros em áreas distantes e de difícil provimento, o governo deve prever a criação de uma carreira de Estado para o médico, com a obrigação dos gestores de oferecerem o suporte para sua atuação, assim como remuneração adequada”, aponta a nota divulgada pelo conselho. O texto ressalta que cabe ao governo oferecer aos médicos brasileiros condições adequadas para atender à população.

Prefeitos de todo país lançaram apelo para a manutenção do programa. A Secretaria da Saúde de Porto Alegre informou que conta com os serviços de 14 médicos cubanos, num total de 117 ligados ao Mais Médicos. “Caso a saída desses profissionais se confirme, algumas Unidades Básicas de Saúde ficarão com menor número de médicos até que a prefeitura consiga repor as vacâncias”, alerta em nota.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Com os presos a polícia encontrou R$ 740 em notas de R$ 20 falsificadas

Dupla chegou ao local do crime e disparou ao menos cinco tiros na direção da vítima

Estado teve 17,5 mil solicitações do benefício em janeiro, maior número para o mês em 10 anos