Giro do Vale / Anta Gorda / Destaque / Polícia

Polícia não descarta possibilidade de gerente de banco ter sido sequestrado

Gerente do Sicredi de Anta Gorda está desaparecido há uma semana

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira, dia 20, completa-se uma semana do desaparecimento do gerente da agência do Sicredi de Anta Gorda, Jacir Potrich (55). Ele sumiu por volta das 19h da última terça-feira, dia 13, após ter voltado de uma pescaria. Imagens de câmeras de segurança mostram quando ele retornou, limpou, guardou os peixes e desapareceu. Causa estranheza da família o fato dele ter deixado o local sujo, o que não era o seu hábito.

Em entrevista à Rádio Independente, o delegado titular da Delegacia de Polícia (DP) de Anta Gorda, Guilherme Pacífico, destaca que as buscas estão sendo realizadas desde que a família realizou o registro do desparecimento, o que aconteceu na manhã da última quarta-feira, dia 14.

“Trabalhamos com linhas de investigação em pontos extremos. Uma primeira suspeita leva em consideração a possibilidade de ter ocorrido algo de natureza médico pessoal dele, como um mal súbito ou um suicídio. Em outro lado, por ele ser gerente de uma instituição bancária, se dispara o alerta de um crime que não é tão incomum no país. Então estamos investigando também a possibilidade de ter ocorrido um sequestro”, disse o delegado.

Até o momento, não houve nenhum tipo de extorsão ou pedido por resgate, bem como não há qualquer prova de vida. No entanto, o delegado salienta que a possibilidade de sequestro não é descartada, pois existem situações em que o contato dos criminosos é feito depois de meses do desaparecimento.

Pacífico lembra ainda que já foram utilizados cães farejadores e um helicóptero nas buscas. O açude onde o gerente costumava pescar também foi esvaziado, na tentativa de sua localização. “Como as buscas próximas ao local que ele estava foram infrutíferas, passamos a investigar os passos anteriores ao desaparecimento. Temos imagens do Potrich no condomínio e, depois, ele não foi mais visto. A cidade é carente de câmeras de monitoramento, mas, mesmo assim, estamos trabalhando com as imagens recaptadas em circuitos internos”, afirmou.

Segundo o delegado, o caso tem causado apreensão na comunidade de Anta Gorda. O município é visto por ele com um dos mais seguros da 24ª Delegacia de Polícia. “É um caso que assusta a todos nós. A cidade possui poucos registros policiais. O último caso de homicídio foi há mais de 10 anos. Nos últimos dois anos, tivemos apenas um registro maior de roubo. Mas a população pode ter certeza que estamos realizando todo o trabalho possível para obtermos uma solução desse caso”, concluiu Pacífico.

Informações sobre o paradeiro de Potrich, que há 25 anos comanda a agência do Sicredi de Anta Gorda, podem ser repassadas à polícia.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Retirada foi feita cerca de duas semanas após o sorteio

Vítima estava na carona de uma motocicleta que colidiu com um carro

Umidade favorece períodos de maior nebulosidade durante o dia

Polícia Civil apreendeu arma e munição na manhã desta quinta-feira na casa da investigada