Giro do Vale / Anta Gorda / Destaque / Polícia

Polícia não descarta possibilidade de gerente de banco ter sido sequestrado

Gerente do Sicredi de Anta Gorda está desaparecido há uma semana

Foto: Reprodução

Nesta terça-feira, dia 20, completa-se uma semana do desaparecimento do gerente da agência do Sicredi de Anta Gorda, Jacir Potrich (55). Ele sumiu por volta das 19h da última terça-feira, dia 13, após ter voltado de uma pescaria. Imagens de câmeras de segurança mostram quando ele retornou, limpou, guardou os peixes e desapareceu. Causa estranheza da família o fato dele ter deixado o local sujo, o que não era o seu hábito.

Em entrevista à Rádio Independente, o delegado titular da Delegacia de Polícia (DP) de Anta Gorda, Guilherme Pacífico, destaca que as buscas estão sendo realizadas desde que a família realizou o registro do desparecimento, o que aconteceu na manhã da última quarta-feira, dia 14.

“Trabalhamos com linhas de investigação em pontos extremos. Uma primeira suspeita leva em consideração a possibilidade de ter ocorrido algo de natureza médico pessoal dele, como um mal súbito ou um suicídio. Em outro lado, por ele ser gerente de uma instituição bancária, se dispara o alerta de um crime que não é tão incomum no país. Então estamos investigando também a possibilidade de ter ocorrido um sequestro”, disse o delegado.

Até o momento, não houve nenhum tipo de extorsão ou pedido por resgate, bem como não há qualquer prova de vida. No entanto, o delegado salienta que a possibilidade de sequestro não é descartada, pois existem situações em que o contato dos criminosos é feito depois de meses do desaparecimento.

Pacífico lembra ainda que já foram utilizados cães farejadores e um helicóptero nas buscas. O açude onde o gerente costumava pescar também foi esvaziado, na tentativa de sua localização. “Como as buscas próximas ao local que ele estava foram infrutíferas, passamos a investigar os passos anteriores ao desaparecimento. Temos imagens do Potrich no condomínio e, depois, ele não foi mais visto. A cidade é carente de câmeras de monitoramento, mas, mesmo assim, estamos trabalhando com as imagens recaptadas em circuitos internos”, afirmou.

Segundo o delegado, o caso tem causado apreensão na comunidade de Anta Gorda. O município é visto por ele com um dos mais seguros da 24ª Delegacia de Polícia. “É um caso que assusta a todos nós. A cidade possui poucos registros policiais. O último caso de homicídio foi há mais de 10 anos. Nos últimos dois anos, tivemos apenas um registro maior de roubo. Mas a população pode ter certeza que estamos realizando todo o trabalho possível para obtermos uma solução desse caso”, concluiu Pacífico.

Informações sobre o paradeiro de Potrich, que há 25 anos comanda a agência do Sicredi de Anta Gorda, podem ser repassadas à polícia.

 

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Corpo estava próximo ao Rancho Bonanza

Trio armado rendeu as duas pessoas que estavam no veículo

Regiões mais afetadas são monitoradas pela RGE e pela RGE Sul