Giro do Vale / Esporte / Grêmio / Inter

Grêmio e Inter pegam grupos difíceis em sorteio da Libertadores

Tricolor terá Universidad Catolica e Rosario; Colorado pegará River e possivelmente o São Paulo

Foto: Divulgação

Grêmio e Inter não vão ter moleza na fase de grupos da próxima edição da Libertadores. O Tricolor terá adversários de tradição no Grupo H e o Colorado encara logo de cara o atual campeão, River Plate, no Grupo A.

Além de se digladiar exatamente contra o ex-clube que D’Alessandro não desejava enfrentar, o Inter vai ter o Alianza Lima do Peru e um adversário vindo da fase preliminar, que, possivelmente, será o São Paulo. O time paulista irá enfrentar o Talleres e o vencedor deste confronto encara depois o vencedor de Independiente Medellín (COL) e Palestino (CHI).

Na chave H, o Grêmio terá os indigestos Universidad Catolica, do Chile, e Rosario Central, da Argentina. Aguarda, também, o vencedor da fase preliminar que tem no chaveamento Libertad (PAR), Atlético Nacional (COL), Real Garcilaso (PER) e uma equipe boliviana a ser definida.

Antes do sorteio, foi anunciada nova premiação recorde, com US$ 20,4 milhões (cerca de R$ 79,5 milhões) para o campeão, ao todo, segundo a Conmebol. Apenas pela fase de grupos, a dupla Gre-Nal vai faturar US$ 6 milhões.

Confira os grupos:

Fase 1

E1: Delfin (EQU) x Nacional (PAR)

E2: Dep La Guaira (VEN) x Real Garcilaso (PER)

E3: Bolívia 4 x Defensor (URU)

Fase 2

C1: Danubio (URU) Atlético-MG

C2: Melgar (PER) x Universidad de Chile

C3: Bolívia 3 x Libertad (PAR)

C4: Palestino (CHI) x Independiente Medellín (COL)

C5: Talleres (ARG) x São Paulo

C6: E2 x Atlético Nacional (COL)

C7: E1 x Caracas (VEN)

C8: E3 x Barcelona (EQU)

Fase 3

G1: C1 x C8

G2: C2 x C7

G3: C3 x C6

G4: C4 x C5

 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Também foram encontradas aproximadamente 20 buchas de crack, bem como dinheiro trocado, característico do tráfico de drogas

Estrutura tem condição de grave e iminente risco à saúde e à integridade física dos 353 trabalhadores

Criminosos, um homem e quatro mulheres, são de Porto Alegre