Giro do Vale / Destaque / Estado / Geral

Viagem Segura de Ano Novo se estende de sexta à terça-feira

A média nos últimos onze anos é de cinco vítimas fatais/dia na virada do ano

Assim como ocorreu no Natal, o feriadão de Ano Novo terá Operação Viagem Segura. O reforço das ações de fiscalização da PRF, Detran-RS, Brigada Militar e CRBM para prevenir acidentes de trânsito no Estado, inicia à zero hora de sexta, dia 28, e se estende por cinco dias, até à meia noite de terça, dia 1º. Historicamente, o Réveillon não está entre os feriados mais violentos no trânsito, mas o grande movimento esperado nas estradas, especialmente em direção ao litoral, inspira cuidados redobrados.

A média nos últimos onze anos é de cinco vítimas fatais/dia na virada do ano, enquanto a média geral dos 15 feriados ou datas festivas em que é realizada a operação é de 6,4 mortes/dia. Isso representa que aproximadamente a cada 04h e 44 min deste feriadão, uma pessoa perde a vida no trânsito do RS. No ano passado, 34 pessoas perderam a vida em quatro dias, considerando as vêm a óbito até 30 dias pós-acidente (por isso o número pode ser diferente das notícias divulgadas ao final do feriado).

Esta é a 98ª edição da Viagem Segura, que completou sete anos no último feriado de 15 de Novembro, somando quase cinco milhões e meio de veículos fiscalizados e 225,5 mil testes de etilômetro realizados. Foram registradas mais de um milhão de infrações, sendo mais de 19,7 mil autuações por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do bafômetro. A fiscalização também recolheu mais de 92,3 mil veículos e 25,4 mil carteiras de habilitação irregulares.

A Operação tem como principais parceiros Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar e Comando Rodoviário da BM (CRBM), Detran-RS e Polícia Civil. Também colaboram órgãos de trânsito municipais, ANTT, DNIT, Cetran/RS, DAER, EGR, Metroplan e Famurs, além de representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club.

 

Detran-RS

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O espaço da sala de recuperação do bloco cirúrgico passa a funcionar como uma UTI Intermediária Covid 19

Ele assina contrato até dezembro de 2022

Lote deve chegar ao Aeroporto Salgado Filho no período da manhã

Hospital São José apresenta lotação dos 10 leitos disponíveis para UTI Covid