Giro do Vale / Anta Gorda / Polícia

Justiça concede habeas corpus a suspeito de envolvimento no caso Potrich

O bancário está desaparecido desde o dia 13 de novembro de 2018

Após uma semana preso, o desembargador Honório Gonçalves da Silva Neto, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, atendeu o pedido da defesa, e concedeu habeas corpus para o suspeito de envolvimento no caso do desaparecimento do gerente do Sicredi de Anta Gorda, Jacir Potrich.

O advogado Paulo Olímpio Gomes de Souza afirma que, por se tratar de uma prisão temporária, sem risco de fuga ou atrapalhar o desenvolvimento do inquérito, e sem que existam provas concretas – segundo o advogado, não há motivo para mantê-lo preso por mais de cinco dias. O suspeito foi pego em Capão da Canoa, na quarta-feira, dia 23.

Durante a terça-feira, dia 29, o delegado responsável pelo caso, Guilherme Pacífico, deu início a uma nova fase do inquérito. Foram realizadas as primeiras oitivas de pessoas ligadas ao suspeito. Em depoimento, a mulher do dentista afirmou que não viu ou ouviu nada suspeito no condomínio. A mulher acredita que o marido não tem envolvimento no caso. O bancário está desaparecido desde o dia 13 de novembro de 2018.

Grupo Independente



Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Encontro entre Eduardo Leite e representantes da Famurs também acena com apoio da Brigada Militar na fiscalização contra aglomerações

Estado recebeu 11 pedidos de reconsideração, mas somente dois foram aceitos

Decisão está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira

Eleitores que não comprovarem motivo da ausência no período determinado ficam com título irregular e deverão pagar multa