Giro do Vale / Geral / País

Marco Aurélio Mello nega habeas corpus a Moreira Franco

Ministro do STF disse que pedido queimava etapas no processo judicial, pois defesa não recorreu à segunda instância

Foto: Divulgação

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello negou no final da tarde desta sexta-feira o pedido de habeas corpus do ex-ministro do governo Temer e ex-governador do Rio de Janeiro, Wellington Moreira Franco. Com a resposta negativa à solicitação, o político continua em prisão preventiva no Rio de Janeiro. Na decisão, o magistrado considerou não poderia analisar a solicitação, pois entendia que houve queima de etapas no processo judicial, uma vez que a equipe de defesa não recorreu à segunda instância e procurou diretamente o STF. O emedebista foi detido na quinta-feira em um desdobramento da Operação Lava Jato que também prendeu o ex-presidente da República Michel Temer.

O argumento dos advogados era de a ação na qual sua prisão foi decretada afronta a decisão do próprio Supremo, que, na semana passada, decidiu que é competência da Justiça Eleitoral julgar crimes como corrupção quando há conexão com delito eleitoral.

Segundo a defesa, os fatos levantados no decreto de prisão apontam manifesta conexão com crimes eleitorais. De acordo com o MPF, Moreira Franco monitorava as supostas propinas da organização criminosa que seria liderada pelo ex-presidente Michel Temer, também preso ontem.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ele exerceu dois mandatos como vereador do município, entre 1989 a 1992, e de 2013 a 2016

Policiais buscavam por grupo que estaria descarregando uma carga de drogas no Bairro Campestre

Operação Caçador desarticulou grupo que atuava na região Metropolitana

Brigada Militar flagrou o acusado com uma faca, e um pedaço de cano utilizado como cachimbo