Giro do Vale / Destaque / País / Polícia

Procuradoria vai denunciar Temer por peculato, corrupção e lavagem de dinheiro

Segundo MPF, ex-presidente chefiava uma organização criminosa por cerca de 40 anos

Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) vai denunciar na semana que vem o ex-presidente Michel Temer por peculato, corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo a procuradora Fabiana Schneider, o ex-presidente chefiava uma organização criminosa que roubou dos cofres públicos por cerca de 40 anos. 

Schneider confirmou que conversas telefônicas do ex-presidente foram monitoradas durante um período anterior à prisão. 

Segundo ela, no entanto, o conteúdo não foi ainda analisado. A procuradora voltou a defender a prisão preventiva, criticada por alguns juristas. “O crime de colarinho branco é diferenciado”, explicou. “Era uma organização criminosa com contratos em andamento, com promessas de pagamento.”

Temer foi preso nessa quinta, em investigação que mira supostas propinas de R$ 1 milhão da Engevix no âmbito da Operação Descontaminação, desdobramento da Lava Jato. Também foram detidos preventivamente o ex-ministro Moreira Franco (MDB), sob suspeita de intermediar as vantagens indevidas ao ex-presidente. Os emedebistas prestaram depoimento hoje. 

As prisões preventivas foram pedidas pelo Ministério Público Federal e determinadas pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Também foram encontradas aproximadamente 20 buchas de crack, bem como dinheiro trocado, característico do tráfico de drogas

Estrutura tem condição de grave e iminente risco à saúde e à integridade física dos 353 trabalhadores

Criminosos, um homem e quatro mulheres, são de Porto Alegre