Giro do Vale / Destaque / País / Polícia

Procuradoria vai denunciar Temer por peculato, corrupção e lavagem de dinheiro

Segundo MPF, ex-presidente chefiava uma organização criminosa por cerca de 40 anos

Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) vai denunciar na semana que vem o ex-presidente Michel Temer por peculato, corrupção e lavagem de dinheiro. Segundo a procuradora Fabiana Schneider, o ex-presidente chefiava uma organização criminosa que roubou dos cofres públicos por cerca de 40 anos. 

Schneider confirmou que conversas telefônicas do ex-presidente foram monitoradas durante um período anterior à prisão. 

Segundo ela, no entanto, o conteúdo não foi ainda analisado. A procuradora voltou a defender a prisão preventiva, criticada por alguns juristas. “O crime de colarinho branco é diferenciado”, explicou. “Era uma organização criminosa com contratos em andamento, com promessas de pagamento.”

Temer foi preso nessa quinta, em investigação que mira supostas propinas de R$ 1 milhão da Engevix no âmbito da Operação Descontaminação, desdobramento da Lava Jato. Também foram detidos preventivamente o ex-ministro Moreira Franco (MDB), sob suspeita de intermediar as vantagens indevidas ao ex-presidente. Os emedebistas prestaram depoimento hoje. 

As prisões preventivas foram pedidas pelo Ministério Público Federal e determinadas pelo juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Tricolor venceu o co-irmão nos pênaltis, por 3 a 2 depois de muita tensão e nervosismo

Chuva isolada pode atingir alguns pontos do Estado

O documento chegou nesta terça-feira, dia 16, ao TJ e aguarda decisão.

Plano foi visto como uma “cortina de fumaça”