Giro do Vale / Estado / Geral

Governo do RS propõe reajuste de 3,4% para o salário mínimo regional

Centrais sindicais pediam 8,43%

Foto: Divulgação

O Palácio Piratini protocolou, na tarde desta segunda-feira, dia 1º, na Assembleia Legislativa, um projeto de lei propondo reajuste de 3,4% do salário-mínimo regional, levando em consideração a inflação do período. O reajuste é retroativo a 1° de fevereiro, data-base do piso. Com a correção, a menor faixa do mínimo regional passa de R$ 1.196,47 para R$ 1.237,15 e a maior, sobe de R$ 1.516,26 para R$ 1.567,81.

Para os trabalhadores domésticos e da agricultura e pecuária, o mínimo sugerido pelo governador Eduardo Leite fica em R$ 1.237,15. Já os trabalhadores das indústrias de vestuário e calçado terão como base o vencimento de R$ 1.265,63.

Profissionais das indústrias de mobiliário, químicas e farmacêuticas terão mínimo regional de R$ 1.294,34 contra R$ 1.346,46 para quem atua na indústria metalúrgica. O valor-base, de R$ 1.567,81, contempla trabalhadores técnicos de nível médio, tanto em cursos integrados, quanto subsequentes ou concomitantes.

A reivindicação das centrais sindicais, que era de 8,43%, havia sido apresentada ao governo ainda em 30 de janeiro, durante audiência com o chefe da Casa Civil, Otomar Vivian. Os dirigentes sindicais entregaram um estudo feito pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) para fundamentar a demanda.

O índice de 8,43% incluía o reajuste de 4,61% aplicado pelo governo de Jair Bolsonaro no salário mínimo nacional, em janeiro, e a perda de 3,65% no governo de José Ivo Sartori, que concedeu dois reajustes abaixo da inflação durante o mandato. O objetivo das centrais era resgatar a diferença de 30% acima do mínimo nacional, vigente entre 2002 e 2004.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Quarta rodada do Distanciamento Controlado foi divulgada no início da noite deste sábado, dia 30

Levantamento do Tribunal apontava público potencial de 53 milhões, sete milhões a menos do grupo já beneficiado pelo governo

No domingo, dia 31, a chegada de uma nova frente fria traz instabilidade

Solicitado para ser opção ao técnico Diego Simeone, jogador retorna ao Atlético de Madrid