Giro do Vale / Estado / Geral

Polícia Civil encerra inquérito do caso Potrich

Dentista e vizinho de Potrich foi indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver

Foto: Reprodução

A Polícia Civil, por meio das Delegacias de Polícia de Soledade e Anta Gorda, encerrou o inquérito sobre o desaparecimento do gerente do Sicredi de Anta Gorda, Jacir Potrich (55). A decisão foi divulgada no início da tarde desta quarta-feira, dia 24, em nota encaminhada à imprensa.

Os trabalhos, que estavam sob a coordenação do delegado Marcio Marodin, foram finalizados durante o feriado de Páscoa. Ainda nesta quarta-feira, dia 24, o inquérito será entregue ao Poder Judiciário da Comarca de Encantado. A decisão final aponta o indiciamento do suspeito do crime por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Conforme divulgado pela polícia, as razões são praticamente as mesmas expostas pelo representante do Ministério Público (MP), o promotor de Justiça André Prediger.

Sobre o caso

No dia 11 de abril, o MP denunciou o vizinho e amigo da vítima por homicídio triplamente qualificado por motivo torpe e ocultação de cadáver. O promotor de Justiça, além da denúncia, encaminhou ao Judiciário o pedido de prisão preventiva do acusado. Apesar de aceitar a denúncia, a juíza Jacqueline Bervian negou o pedido de prisão, por entender que o acusado possui endereço certo, profissão lícita e não vem interferindo nas investigações policiais, seja por meio de poder econômico ou social.

Um dia depois, Prediger apresentou recurso para reformar a decisão do Judiciário pois, segundo ele, a prisão é necessária para a garantia da ordem pública, para a conveniência da instrução criminal e para a garantia da aplicação da lei penal.

Grupo Independente

Comentários

  1. anonimo disse:

    tomara não ficar impune

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduos foram flagrados descarregando fardos de maconha de um caminhão e carregando a droga em outros veículos

Colorado está a um ponto do São Paulo, e faz confronto direto no meio da semana valendo a liderança

Religiosa foi encontrada degolada dentro de uma residência no município de São João do Polêsine

O criminoso também já possui antecedentes por porte ilegal de arma de fogo