Giro do Vale / Estado / Geral

Terça-feira tem alerta de temporal

Região Metropolitana e Serra são áreas onde há risco de deslizamentos devido ao solo encharcado

Foto: Juliano Beppler da Silva / Giro do Vale

Nesta terça-feira, dia 16, a chuva é mais forte no norte, nordeste e leste do Rio Grande do Sul. Nessas áreas, as precipitações duram até o período da tarde, em especial no extremo nordeste, o que inclui Porto Alegre e também as regiões serranas. De acordo com a Somar Meteorologia, o risco para alagamentos e deslizamentos permanece maior nestas áreas, pois os acumulados já foram elevados e o solo está encharcado. Estão previstos mais de 50 mm em diversas cidades na metade do dia.

A Defesa Civil emitiu, no início da noite desta segunda-feira, dia 15, alerta para a possibilidade de temporais em diversos pontos do Rio Grande do Sul. A nota indica possibilidade de chuva intensa, rajadas de vento e queda de granizo. 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também alerta para possibilidade de acumulados entre 50 mm e 60 mm, queda de granizo, trovoadas e vento acima de 60 km/h na Região Metropolitana, Serra e Litoral Norte.

Na Capital, a chuva diminui de intensidade à tarde. Devido ao tempo mais fechado, as temperaturas não sobem muito ao longo do dia.

Na quarta-feira, dia 17, o tempo volta a abrir em todo o Rio Grande do Sul. Assim, a amplitude térmica aumenta, ou seja, a manhã fica mais fria e a tarde, mais quente. Além disso, o dia pode começar com nevoeiro nas regiões centrais e leste, incluindo os aeroportos de Santa Maria, Pelotas, Caxias do Sul e de Porto Alegre.

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

São 3,5 milhões nascidos em novembro com direito ao depósito da 1ª à 5ª parcela de R$ 600 e da extra de R$ 300, além do grupo do Bolsa Família

Frente fria empurra massa de ar frio que deve provocar queda na temperatura no Estado

Com mudança de ponto facultativo, unidades não abrem na sexta-feira

Serão beneficiados 3,6 milhões nascidos em outubro, além do grupo do Bolsa Família, com final 8 do NIS, que recebe a parcela extra de R$ 300