Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence o CSA no Beira-Rio e sobe para 5º no Brasileirão

Colorado conquistou terceira vitória dentro de casa no Campeonato Brasileiro

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter encontrou resistência do CSA no início do confronto, mas fez valer a sua superioridade técnica e a força do Beira-Rio. Na tarde deste domingo, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, bateu o adversário alagoano por 2 a 0 e garantiu a terceira vitória dentro de casa pela competição, a segunda consecutiva. Com o resultado, o time chegou aos 9 pontos e subiu para o 5º lugar na tabela.

Os gols do Inter foram marcados por Nonato, na etapa inicial, e por Edenilson, no segundo tempo. Victor Cuesta ainda teve um gol anulado pelo VAR, após dividir com a defesa do CSA e Emerson Santos, que subiu junto, participar da jogada. 

Agora, o Inter dá um tempo no Campeonato Brasileiro e volta suas atenções para a Copa do Brasil. O Colorado enfrenta o Paysandu, na quinta-feira, 23 de maio, às 20h, no Beira Rio, em jogo válido pelas oitavas de final da competição. Pelo Brasileiro, a equipe volta a campo no domingo, às 16h, contra o Santos, na Vila Belmiro. 

CSA ataca e surpreende nos minutos iniciais 

O técnico Odair Hellmann conseguiu repetir a escalação pela primeira vez na temporada. Novamente sem Rodrigo Dourado e Patrick, Rodrigo Lindoso e Nonato iniciaram o confronto, a exemplo do que já havia acontecido contra o Cruzeiro. 

Na zona de rebaixamento e vindo da Série B, foi o CSA quem surpreendeu o Inter no início do confronto. Aos 9 minutos, a equipe alagoana criou sua melhor chance de marcar. O goleiro Jordí lançou Patrick Fabiano, que ganhou de Rodrigo Moledo na corrida e finalizou, para boa defesa de Marcelo Lomba. Na dividida, o goleiro foi atingido no queixo pelo joelho do defensor colorado. Moledo levou a pior, sentiu e acabou substituído minutos depois, por Emerson Santos. 

O Inter concentrava seus ataques pelo lado direito, Com Zeca e D’Alessandro, mas sem conseguir infiltrar na defesa e levar perigo ao CSA. Antes do gol, a melhor chance saiu dos pés de Nico López, que finalizou de fora da área aos 26 minutos. O goleiro Jordí fez a defesa.

Apesar de melhorar e pressionar o CSA, o gol só saiu aos 36 minutos da etapa inicial. Em jogada pelo lado direito, vencendo a marcação do CSA, D’Alessandro cruzou e achou Iago. O lateral escorou de cabeça para o meio da área, e Nonato mergulhou de carrinho para, de perna direita, fazer 1a  0 para o Internacional. 

Polêmica com o VAR

Já nos acréscimos, o Inter chegou ao segundo gol. Edenilson cobrou falta pela meia direita de ataque e Victor Cuesta cabeceou para as redes. No entanto, o árbitro Rodrigo Carvalhães de Miranda anulou o gol após consultar o árbitro de vídeo. Na interpretação dele, Emerson Santos, que dividiu com a defesa e com o próprio Cuesta (em posição legal), estava impedido e participou da jogada. Os jogadores do Inter reclamaram do lance na saída para o intervalo.  

Edenilson faz golaço e Inter administra vitória 

Na segunda etapa, o técnico Marcelo Cabo sacou Madson e colocou Maranhão para tentar explorar as jogadas de velocidade. O jogador, ex-Fluminense, foi o responsável por conduzir o time alagonao ao ataque, especialmente pelo lado direito. 

Com as duas equipes explorando os contra-ataques, o jogo passou a ficar mais veloz. Mas foi o Inter quem se aproveitou melhor disso. Aos 19 minutos, Nonato dividiu com a defesa do CSA, e a bola sobrou para Edenílson. De perna direita, o meia bateu forte, sem chances para o goleiro Jordí: 2 a 0 e festa no Beira-Rio. 

Perdendo por 2a 0, Marcelo Cabo lançou de vez o time para o ataque. Sacou o volante Nilton, já com cartão amarelo, e colocou o atacante Victor Paraíba. Odair Hellmann, por sua vez, optou por sacar Nico López para recompor o meio campo com Neílton.

Com a vitória encaminhada, o Inter passou a trocar passes no meio campo, criando chances de gol. Guerrero teve a oportunidade de ampliar aos 29 minutos, quando bateu forte de fora da área, no alto, para defesa do goleiro Jordí.

O CSA, por sua vez, quase descontou com Matheus Sávio, que finalizou na trave após jogada em velocidade feita por Maranhão. Com Sarrafiore em campo após saída de D’Alessandro, oCcolorado administrou a vitória.   

Campeonato Brasileiro 2019 – 5ª rodada 

Inter (2)

Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo (Emerson Santos), Victor Cuesta e Iago; Edenilson, Rodrigo Lindoso, Nonato, D’Alessandro (Sarrafiore) e Nico López (Neílton); Paolo Guerrero.
Técnico: Odair Hellmann

CSA (0)

Jordí; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton, Didira, Madson (Maranhão) e Matheus Sávio (Gerson Jr.); Patrick Fabiano.
Técnico: Marcelo Cabo 

Gols: Nonato (36min/1T) e Edenílson (19min/2T) 
Cartões amarelos: Zeca e Victor Cuesta (INT); Jordí, Luciano Castán e Nilton (CSA). 
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ) 
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O motorista e a caroneira da moto foram encaminhados ao Hospital Ouro Branco, em Teutônia

A prisão foi decretada depois que as vítimas demonstraram os atos ocorridos

A temperatura no período da noite volta a ficar amena devido a queda da baixa umidade

Abordagem aconteceu após policiais desconfiarem da atitude da dupla que estava em via pública