Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter vence o CSA no Beira-Rio e sobe para 5º no Brasileirão

Colorado conquistou terceira vitória dentro de casa no Campeonato Brasileiro

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Inter encontrou resistência do CSA no início do confronto, mas fez valer a sua superioridade técnica e a força do Beira-Rio. Na tarde deste domingo, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, bateu o adversário alagoano por 2 a 0 e garantiu a terceira vitória dentro de casa pela competição, a segunda consecutiva. Com o resultado, o time chegou aos 9 pontos e subiu para o 5º lugar na tabela.

Os gols do Inter foram marcados por Nonato, na etapa inicial, e por Edenilson, no segundo tempo. Victor Cuesta ainda teve um gol anulado pelo VAR, após dividir com a defesa do CSA e Emerson Santos, que subiu junto, participar da jogada. 

Agora, o Inter dá um tempo no Campeonato Brasileiro e volta suas atenções para a Copa do Brasil. O Colorado enfrenta o Paysandu, na quinta-feira, 23 de maio, às 20h, no Beira Rio, em jogo válido pelas oitavas de final da competição. Pelo Brasileiro, a equipe volta a campo no domingo, às 16h, contra o Santos, na Vila Belmiro. 

CSA ataca e surpreende nos minutos iniciais 

O técnico Odair Hellmann conseguiu repetir a escalação pela primeira vez na temporada. Novamente sem Rodrigo Dourado e Patrick, Rodrigo Lindoso e Nonato iniciaram o confronto, a exemplo do que já havia acontecido contra o Cruzeiro. 

Na zona de rebaixamento e vindo da Série B, foi o CSA quem surpreendeu o Inter no início do confronto. Aos 9 minutos, a equipe alagoana criou sua melhor chance de marcar. O goleiro Jordí lançou Patrick Fabiano, que ganhou de Rodrigo Moledo na corrida e finalizou, para boa defesa de Marcelo Lomba. Na dividida, o goleiro foi atingido no queixo pelo joelho do defensor colorado. Moledo levou a pior, sentiu e acabou substituído minutos depois, por Emerson Santos. 

O Inter concentrava seus ataques pelo lado direito, Com Zeca e D’Alessandro, mas sem conseguir infiltrar na defesa e levar perigo ao CSA. Antes do gol, a melhor chance saiu dos pés de Nico López, que finalizou de fora da área aos 26 minutos. O goleiro Jordí fez a defesa.

Apesar de melhorar e pressionar o CSA, o gol só saiu aos 36 minutos da etapa inicial. Em jogada pelo lado direito, vencendo a marcação do CSA, D’Alessandro cruzou e achou Iago. O lateral escorou de cabeça para o meio da área, e Nonato mergulhou de carrinho para, de perna direita, fazer 1a  0 para o Internacional. 

Polêmica com o VAR

Já nos acréscimos, o Inter chegou ao segundo gol. Edenilson cobrou falta pela meia direita de ataque e Victor Cuesta cabeceou para as redes. No entanto, o árbitro Rodrigo Carvalhães de Miranda anulou o gol após consultar o árbitro de vídeo. Na interpretação dele, Emerson Santos, que dividiu com a defesa e com o próprio Cuesta (em posição legal), estava impedido e participou da jogada. Os jogadores do Inter reclamaram do lance na saída para o intervalo.  

Edenilson faz golaço e Inter administra vitória 

Na segunda etapa, o técnico Marcelo Cabo sacou Madson e colocou Maranhão para tentar explorar as jogadas de velocidade. O jogador, ex-Fluminense, foi o responsável por conduzir o time alagonao ao ataque, especialmente pelo lado direito. 

Com as duas equipes explorando os contra-ataques, o jogo passou a ficar mais veloz. Mas foi o Inter quem se aproveitou melhor disso. Aos 19 minutos, Nonato dividiu com a defesa do CSA, e a bola sobrou para Edenílson. De perna direita, o meia bateu forte, sem chances para o goleiro Jordí: 2 a 0 e festa no Beira-Rio. 

Perdendo por 2a 0, Marcelo Cabo lançou de vez o time para o ataque. Sacou o volante Nilton, já com cartão amarelo, e colocou o atacante Victor Paraíba. Odair Hellmann, por sua vez, optou por sacar Nico López para recompor o meio campo com Neílton.

Com a vitória encaminhada, o Inter passou a trocar passes no meio campo, criando chances de gol. Guerrero teve a oportunidade de ampliar aos 29 minutos, quando bateu forte de fora da área, no alto, para defesa do goleiro Jordí.

O CSA, por sua vez, quase descontou com Matheus Sávio, que finalizou na trave após jogada em velocidade feita por Maranhão. Com Sarrafiore em campo após saída de D’Alessandro, oCcolorado administrou a vitória.   

Campeonato Brasileiro 2019 – 5ª rodada 

Inter (2)

Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo (Emerson Santos), Victor Cuesta e Iago; Edenilson, Rodrigo Lindoso, Nonato, D’Alessandro (Sarrafiore) e Nico López (Neílton); Paolo Guerrero.
Técnico: Odair Hellmann

CSA (0)

Jordí; Apodi, Gerson, Luciano Castán e Carlinhos; Naldo, Nilton, Didira, Madson (Maranhão) e Matheus Sávio (Gerson Jr.); Patrick Fabiano.
Técnico: Marcelo Cabo 

Gols: Nonato (36min/1T) e Edenílson (19min/2T) 
Cartões amarelos: Zeca e Victor Cuesta (INT); Jordí, Luciano Castán e Nilton (CSA). 
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (RJ) 
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo estava escondido na casa de parentes em Tramandaí

As alíquotas não foram divulgadas pelo banco

Ao retornar do banheiro o jovem não encontrou mais o aparelho

Volume de chuva deve ser menor, mas ainda há risco de pancadas isoladas mais fortes