Giro do Vale / Geral / Venâncio Aires

Força-tarefa interdita frigorífico venâncio-airense por riscos graves

Estrutura tem condição de grave e iminente risco à saúde e à integridade física dos 353 trabalhadores

Foto: Divulgação / MPT

O frigorífico Kroth de Venâncio Aires, recebeu, na quinta-feira, dia 13, termo de interdição imediata de 17 máquinas, setores e serviços, acompanhado de laudo técnico, devido à condição de grave e iminente risco à saúde e à integridade física dos 353 trabalhadores. As informações constam no site do Ministério Público do Trabalho (MPT).

A interdição paralisa a fábrica, que foi autorizada a terminar o processamento dos animais já dentro da planta. A empresa também recebeu relatório de inspeção do Ministério. Chamou atenção o fato deterem sido identificados 224 acidentes de trabalho não notificados pela indústria.

A interdição, pela Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT) do Ministério da Economia (ME), e a proposição de Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com indenização por dano moral coletivo, pelo MPT, resultam da 53ª operação da força-tarefa estadual dos frigoríficos gaúchos, realizada de segunda até a quinta-feira.

A empresa abate 291 bovinos por dia e o relatório de inspeção do MPT indicou irregularidades em todos os setores da produção, dos currais à expedição. Após a reunião dos integrantes da operação da força-tarefa com a empresa, quando foi apresentada a interdição, o MPT realizou audiência administrativa com a direção do frigorífico. O Ministério apresentou proposta TAC.

A empresa dará sua resposta em nova audiência redesignada para o dia 15 de julho, na sede do MPT em Santa Cruz do Sul.

MPT

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Dinheiro vai estar disponível para uso pelo aplicativo Caixa Tem

Estado terá manhã gelada e tarde quente

Diego Souza anotou duas vezes, mas Tricolor chegou à vitória apenas aos 45 minutos do segundo tempo, com Luciano

Colorado venceu time de Bento Gonçalves por 4 a 0, mesmo com expulsão de Saravia