Giro do Vale / Estado / Saúde

Chega a 12 o número de mortes por gripe em 2019 no Rio Grande do Sul

Vítimas da enfermidade eram 10 idosos e dois bebês

O Rio Grande do Sul teve neste ano, até o último sábado, dia 29, 12 mortes causadas por gripe, segundo boletim divulgado na última quarta-feira, dia 3, pela Secretaria Estadual de Saúde. São quatro casos a mais em relação ao levantamento da semana anterior.

As vítimas da enfermidade eram 10 idosos e dois bebês. Do total, foram contaminados com o vírus Influenza A H1N1, três pelo A (H3N2), um pelo Influenza B e o último por um vírus Influenza A não subtipado.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, o número de mortes caiu 36,4%. Eram 33 entre o fim de junho e o começo de julho de 2018.

Do total de casos confirmados, foram 90 contágios do vírus Influenza – 58 pelo tipo A H1N1, 24 pelo A H3N2, cinco por Influenza A não subtipado e três pelo Influenza B. Na comparação com a mesma época de 2018, foi registrada uma redução de 35,8%.

Ainda foram registradas mais cinco mortes, três causadas pelo Adenovírus, uma pelo Vírus sincicial respiratório (VSR) e a última pelo Parainfluenza. Assim, o total de óbitos por síndrome respiratória aguda grave e vírus respiratórios é 17, de um total de 77 notificações.

Mortes por gripe em 2019

  • Em Três Coroas, morreu um idoso de 74 anos pelo Influenza A H1N1.
  • Em Capão do Leão, um menino de cinco meses morreu vítima do vírus A H1N1.
  • Em Pinhal da Serra, um homem de 62 anos morreu após sofrer o contágio de um vírus Influenza A não subtipado.
  • Em Porto Alegre, um idoso de 76 anos morreu vítima do vírus H3N2.
  • Um homem de 55 anos, de Santo Ângelo, Região Noroeste, morreu por gripe A (H1N1), no dia 16 de junho.
  • Uma mulher, de 54 anos, moradora de Alegrete, na Fronteira Oeste, morreu no dia 27 de maio vítima de H1N1.
  • Um homem, de 54 anos, morador de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, morreu por gripe A (H1N1) no dia 30 de maio.
  • Em Sapiranga, uma menina de 11 meses foi vítima da doença, no dia 19 de maio.
  • No dia 11 de maio, em São Gabriel, um idoso morreu depois de contrair o tipo de vírus influenza A H1N1.
  • Em 2 de maio, uma paciente, de 79 anos, que morava em Barra do Ribeiro, morreu após ter sido internada em Porto Alegre com infecção pela variação H3N2.
  • Também foi registrada outra morte por gripe A H1N1 em Três Coroas, no Vale do Paranhana, além de um caso em Santa Rosa, no Noroeste do estado, onde uma pessoa morreu por influenza B.

G1-RS

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Agentes perceberam os presos tentando resgatar objetos no telhado do banheiro localizado no pátio

Caminhão atingiu a traseira do carro durante a ação

Mínimas devem ficar perto de 0°C em algumas regiões do Estado

Condutor foi arremessado para fora de veículo, após perder o controle do carro e colidir em uma árvore