Giro do Vale / Esporte / Inter

Com reservas, Inter bate o Ceará por 1 a 0 no Beira-Rio

Sarrafiore marcou o único gol da partida, diante de 12.536 torcedores

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

De olho na partida de volta das oitavas de final da Libertadores, o Inter enfrentou o Ceará neste sábado com um time reserva pelo Brasileirão e fez valer o bom repertório no Beira-Rio, vencendo por 1 a 0. O argentino Martín Sarrafiore fez o único gol do duelo aos 38 minutos do primeiro em um chute rasteiro, de canhota, sem chances para o goleiro adversário. Guilherme Parede, que entrou na segunda etapa, ainda tentou ampliar o placar no último minuto da partida, mas teve um gol, anulado pelo VAR. 

Embalado após a vitória sobre o líder Palmeiras na última rodada, os nordestinos optaram por se portar mais ofensivamente na primeira metade, apostando nos contra-ataques. Coube ao Colorado controlar os erros decorrentes da falta de entrosamento de alguns jogadores e as faltas para impor o ritmo para furar a barreira. Mais efetivo, o selecionado gaúcho demostrou superioridade e dominou etapa inicial do confronto.

O desempenho não se repetiu na segunda parcial. Os atletas deram chances aos adversários que, precisando marcar, mudaram a estratégia e passaram a marcar no campo de ataque. Pressionando os mandantes, tiveram boas oportunidades que não foram convertidas pela falta de calibre nos pés ou boas defesas do goleiro Marcelo Lomba. Com o triunfo, o Colorado chega aos 20 pontos e dorme na quinta posição da tabela no campeonato.

A partida

Em meio à chuva oscilante, o Colorado fez um início de jogo morno, tentando propor jog mas sem muita efetividade. Com marcação forte dos dois lados, os adversários foram os primeiros a arriscar um chute a gol. No minuto inicial Ricardinho arrisca de fora da área, mas a bola passa longe do gol de Lomba. Na sequência, o Tréllez teve a chance de abrir o placar após cruzamento de Neilton. O colombiano recebeu, que dominou no peito e chutou completamente sem direção.

Aos poucos, a equipe foi se acertando em campo e começou a criar por ambos os lados. Com os cearenses mais recuados, aos 10 minutos, a bola sobrou para que, livre na entrada da Nonato arrisca de fora da área, mas o goleiro Diogo Silva pulou alto para defender. Escanteio. Após a cobrança, Felipe Silva puxou a jogada pelo meio e acionou Mateus Gonçalves, que foi barrado por Zeca. 

O primeiro cartão amarelo saiu aos 21 para Samuel Xavier, que na sequência da cobrança, afastou bom cruzamento de Neilton em direção a Wellington Silva. Minutos depois, em erro de passe de Rithely, a bola seguiu para Mateus Gonçalves pela direita. O atacante foi derrubado por Bruno Fuchs, mas a arbitragem deu vantagem e o lance seguiu com a bola nos pés de Thiago Galhardo, que cruzou nas mãos de Marcelo Lomba. Ao final da jogada, o zagueiro foi amarelado.

Quando o relógio marcava 26 minutos. Zeca fez cruzamento para Wellington Silva na entrada da área, e o atacante dominou e chutou em direção ao gol. Diogo defendeu e, no rebote, salvou à queima-roupa rebote de Tréllez, agarrando firme a bola. Na continuidade, Natanael cometeu falta no campo ofensivo e recebeu amarelo. Aos 31, foi a vez do Ceará tentar abrir o marcador. Mateus Gonçalves ganhou de Neilton na velocidade e avançou pela esquerda, conseguindo o escanteio. Na sobra, Ricardinho tentou o chute, mandando longe. Após tiro de meta de Lomba, Fabinho chegou forte em Nonato pela esquerda e também recebeu cartão.

Oportunista, Sarrafiore marca

Foi na insistência ofensiva que o Colorado conseguiu o primeiro gol da partida. Aos 38, Natanael fez cobrança rápida de lateral para Rithely, que buscou Tréllez na entrada da grande área. O colombiano dividiu com o zagueiro Luiz Otávio e, na dividida, a bola sobrou para Sarrafiore. O argentino bateu firme, no canto esquerdo, sem chances para o goleiro. Após o tento, o Inter foi pra cima. Três minutos depois, Rithely deu bom lançamento para Tréllez, o homem de referência, que, pela direita, conseguiu escanteio. Neilton fez a cobrança, mas Thiago Galhardo afastou.O Inter encerrou o primeiro tempo em cima do Ceará e com o desejo de buscar o segundo gol. 

Inter volta morno

O primeiro lance do Inter no segundo tempo enganou o torcedor, que esperava o time com a mesma intensidade. Tréllez pela esquerda conseguiu um escanteio logo no segundo minuto. Na sobra, Colorado ficou com a bola e tentou chegar pelos dois lados. Mas, a partir daí, a equipe perdeu cadência. E, precisando igualar o placar, o Ceará mudou a tática: voltou marcando mais ofensivamente e tentando partir para o ataque. Aos 9 minutos, Leandro Carvalho, que entrou no lugar de Felipe Silva, deu caneta em Bruno Fuchs, mas o cruzamento na sequência atravessou campo e saiu pela lateral.

Na troca de chances, aos 13, Neilton fez lançamento para Wellington Silva, que cortou a marcação, mas bateu sem força para a defesa de Diogo Silva. Dois minutos  depois,  Leandro Carvalho tentou responder com chute fraco, e Lomba pegou sem dificuldade. Na sequência, Sarrafiore buscou Rithely dentro da área, que fez cruzamento rasteiro, mas o goleiro fez a defesa.

Com a queda de rendimento no setor ofensivo e crescimento do adversário, o técnico Odair Hellmann trocou Neilton por Guilherme Parede. O camisa 77 ensaiou reanimar a equipe. Em um de seus primeiros lances, recebeu de Sarrafiore, cruzou rasteiro, mas a bola passou por Tréllez e Wellington Silva, sendo afastada por Fabinho. Depois, recebeu de novo do argentino, ganhou do marcador e bateu pela linha de fundo, sem desvio. Tréllez, que chegava pelo meio da área, reclamou que estava livre. 

Em um contra ataque após falta de Fabinho, Wescley arrancou em velocidade e encontrou Felippe, que chutou para fora. Antes, no mesmo lance, Wescley teve a camisa puxada por Sarrafiore, e no desequilíbrio, deixou a mão no rosto do argentino. Após a conclusão da jogada, ambos levaram amarelo. Aos 28, Galhardo chegou com perigo pela direita, driblando Lomba e tentando o cruzamento. Bruno Fuchs conseguiu cortar para escanteio. 

Menos de um minuto depois, buscando alternativas ofensivas, Odair apostou em Pedro Lucas no lugar de um inoperante Tréllez. Depois, teve que realizar sua última substituição de forma forçada. Fuchs deixou o campo para atendimento, dando lugar para Cuesta. O Ceará não se intimidou e ensaiou uma pressão no final: aos 38, após toque de Thiago Galhardo, Wescley dominou dentro da área, mas chutou muito mal. A melhor chance para os visitantes veio aos 43, após cobrança de falta de Ricardinho pela esquerda. Ele mandou uma bomba em direção ao gol, mas Lomba fez bela defesa.

Aos 48 da etapa complementar, Parede ampliou o marcador após ganhar na corrida de dois marcadores. O gol foi anulado pelo VAR, que apontou impedimento do atacante colorado. Após a revisão, o árbitro encerrou a partida, deixando magra a vitória do Inter sobre o Ceará 

Brasileirão 2019 – 12ª Rodada 

Inter 1

Marcelo Lomba; Bruno Fuchs  (Víctor Cuesta), Klaus, Natanael e Zeca; Rithely, Nonato, Sarrafiore, Wellington Silva e Neilton (Guilherme Parede); Tréllez (Pedro Lucas).
Técnico: Odair Hellmann.

Ceará 0 

Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio, João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Felipe Silva; Thiago Galhardo, Mateus Gonçalves (Wescley) e Felippe Cardoso (Juninho Quixadá).
Técnico: Enderson Moreira.

Gol: Martín Sarrafiore (38/1T)

Cartões amarelos: Bruno Fuchs, Natanael, Sarrafiore, (Inter); Samuel Xavier e Fabinho (Ceará) .

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique.

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Agentes perceberam os presos tentando resgatar objetos no telhado do banheiro localizado no pátio

Caminhão atingiu a traseira do carro durante a ação

Mínimas devem ficar perto de 0°C em algumas regiões do Estado

Condutor foi arremessado para fora de veículo, após perder o controle do carro e colidir em uma árvore