Giro do Vale / Esporte / Grêmio

Grêmio e São Paulo não saem do 0 a 0 no Morumbi

Com equipe alternativa, Tricolor gaúcho não criou muito, mas conseguiu empate

Crédito: Divulgação

Em um dia de sol e calor na capital paulista, Grêmio e São Paulo fizeram uma partida morna, de altos e baixos, no estádio Morumbi e não saíram do 0 a 0 na partida válida pela 17ª rodada do Brasileirão. A equipe alternativa montada pelo ténico Renato Portaluppi até tentou, mas não conseguiu criar muitas oportunidades e reproduzir o ritmo e imponência que o time principal coloca em campo, principalmente nas Copas. Já os donos da casa, empurrados pela torcida, tiveram mais chances, mas também cometeram muitos erros, principalmente nas finalizações.

Com o resultado, o Grêmio termina a partida na 11ª colocação, com 22 pontos. Durante o final de semana, o Tricolor pode ser passado pelo Goiás, Ceará e Vasco e terminar na 14ª colocação. Já o São Paulo soma agora 31 pontos e fica em 3° na tabela do Brasileirão.

O Tricolor gaúcho fez um primeiro tempo irregular, com poucos momentos de força ofensiva e perigo, sem criação no meio campo, e viu os adversários dominarem boa parte da parcial. Nos minutos iniciais e finais, os donos da casa colocaram pressão com trocas de passes pelo meio, mas a insistência por esta zona facilitava a boa marcação na defesa gremista, obrigando as tentativas de chute de longa distância.

Já na segunda parcial, o Grêmio entrou em campo com um estilo mais parecido com o seu tradicional: troca de passe e iniciativa de saída de bola, mas sem muita velocidade. O São Paulo, então, apostava nos contra-ataque, mas não foi suficiente para nenhuma das partes abrir o marcador.

Primeiro tempo irregular

Em meio à escalação alternativa montada por Renato, Everton foi o único titular que começou o jogo. Mas a estrela do time não consegui mostrar suas credencias devido ao meio campo pouco articulado e com pouco criação.

Foram os donos da casa que mostraram maior volume e potencial ofensivo na metade inicial do primeiro tempo, com Tchê Tchê e Dani Alves – ovacionado pela torcida a cada lance – comandando o ataque dos paulistas, sobretudo pelo lado direito.

Aos oito minutos, Antony perde um gol daquelas para lamentar! Tchê Tchê recebeu na grande área, chutou e a bola desviou em Capixaba, sobrando para o jovem de 19 anos, perto da pequena área. O atacante finalizou de primeira, cruzado, mas para fora. Os mandantes continuaram a colocar pressão, articulando com relativa facilidade na aproximação, mas sem muita precisão no toque final e com boas participações de David Braz no desarme.

O Grêmio, aos poucos, foi se encontrando na partida e começando a criar mais no meio campo, com Tardelli, Luan e Everton. Mas a melhor chance do Tricolor gaúcho foi com Capixaba, quando o relógio marcava 25″. O lateral recebeu grande passe de Luan, que atento, se antecipou e interceptou passe de Juanfran para Arboleda na grande área. O goleiro Tiago Volpi se esticou para fazer a defesa e impedir que o placar saísse do zero a zero.

Parcial termina com pressão paulista

A parada para hidratação devido aos 30ºC na manhã de sábado na capital paulista – a recomendação é de que haja pausa quando os termômetros marcam mais de 28ºC – interrompeu o bom momento da equipe de Renato. Já o time do técnico Cuca voltou com mais insistência e marcação adiantada, o que rendeu boas oportunidades. Aos 39″, o São Paulo chegou com perigo após roubada de bola de Tchê Tchê, que encontrou Dani Alves na velocidade. O camisa 10 tentou fazer o corta luz para Antony, mas Capixaba fez o corte.

Com dificuldade de furar a marcação, os donos da casa buscaram arriscar de média e longa distância. Tchê Tchê, um dos destaques da parcial, tentou colocado, mas a bola subiu demais. Depois, Reinaldo fez boa jogada, se livrando de boa marcação e encontrou Antony. Ele tentou chutar colocado de esquerda e mandou para fora. Aos 49″, Júlio César fez sua primeira defesa, em tento de Tchê Tchê, que recebeu de Juanfran na entrada da área, após este desarmar a saída de bola do Tricolor gaúcho. O árbitro apitou o fim com seis minutos de acréscimo.

Maior regularidade na segunda parcial

A segunda metade começou mais disputada, com os times alternando a posse, mas nem por isso com mais qualidade. Os erros de passe de ambas as equipes proporcionaram um jogo truncada. O Grêmio voltou mais articulado na intermediária, tabelando e saindo mais para o ataque, e teve grande chance como Thaciano, aos 10″. O meia arriscou de longe após boa tabela de Tardelli e Everton. Volpi se esticou para mandar para escanteio.

Com a tônica do jogo virada, os donos da casa tentavam explorar os contra-ataques. Trocando bola, o São Paulo chega ao campo de ataque, mas errava muito no passe final e continuava a insistir pelo meio do campo, sem explorar seus laterais. Quando isso ocorreu, aos 19″ minutos, em lance aberto pela esquerda, Antony conduziu até a linha de fundo e cruzou para Vitor Bueno na grande área. O meia tentou tominar, mas a zaga afastou para o meio de campo.

Para dar mais cadência e velocidade, Renato lançou Darlan e Pepê nos lugares de Luan e Luciano, respectivamente. As mudanças não surtiram muito efeito e a alternância de posse continuou. Depois de mudanças que deixaram o time mais ofensivo, o São Paulo proporcionou minutos de tensão ao resolver penetrar pelas laterais. Aos 37″, Igor Gomes tentou despretensiosamente de fora da área e Júlio César espalmou para fora. Um minuto depois, o goleiro fez outra importante defesa, quando Antony partiu para cima da marcação, cortou para o meio e bateu de esquerda.

Mesmo com um homem a menos – Antony foi expulso pelo segundo amarelo após falta em Capixaba –, os mandantes partiram para cima nos oitos minutos de acréscimo sinalizados pelo árbitro. Contudo, não foi o suficiente para tirar o placar de um empate justo, em um Morumbi lotado.

São Paulo x Grêmio | Brasileirão 2019

São Paulo 0 

Volpi, Anderson Martins, Arboleda, Reinaldo, Dani Alves, Vitor Bueno, Liziero, Juanfran, Everton, Tchê Tchê e Antony.
Técnico: Cuca

Grêmio 0 

Júlio Cesar, Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz, Juninho Capixava, Michel, Thaciano, Luan (Darlan), Luciano (Pepê), Everton e Diego Tardelli (Patrick).
Técnico: Renato Portaluppi

Cartões amarelos: Antony (São Paulo), Luciano (Grêmio)
Cartões vermelhos: Antony (São Paulo)

Local: Estádio Morumbi, São Paulo 

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

No primeiro enfrentamento entre as equipes bom-retirenses, o Largados levou a mehor

Equipe bom-retirense vai até Mato Leitão onde disputa última partida da fase classificatória

Acampamento Farroupilha e atrações culturais marcam atividades que vão até dia 22 de setembro

Quina foi marcada por 154 jogos que poderão sacar mais de R$ 47 mil