Giro do Vale / Destaque / Fontoura Xavier / Polícia

Líder de escoteiros é acusado de abusar sexualmente de crianças e adolescentes em Fontoura Xavier

Homem alegava ter câncer e precisar do sêmen para ser curado

Conforme reportagem publicada no portal GaúchaZH nesta quinta-feira, dia 15, a Polícia Civil investiga o fundador e ex-presidente do Grupo Escoteiro Guamirim, de Fontoura Xavier, suspeito de ter cometido abusos sexuais contra crianças e adolescentes que integravam a equipe. Já foram tomados os depoimentos de 18 ex-escoteiros, que deram detalhes do que teria ocorrido ao longo de anos no Guamirim, que encerrou as atividades em 2017.

Ao longo de quatro meses de apuração, o Grupo de Investigação da RBS procurou os jovens, hoje com idades entre 20 e 25 anos, para saber o que teria acontecido durante as atividades de escotismo e no convívio social com o suspeito de 52 anos.

O homem fundou o Guamirim em 2007 e chegou a comandar mais de 80 escoteiros na cidade. Os ex-escoteiros revelaram a estratégia que o chefe André utilizava para envolvê-los: ele alegava ter câncer e precisar do sêmen para ser curado. Dizia que o espermatozoide tinha poder de curá-lo. Todos os relatos convergem para a mesma forma de agir.

As famílias não desconfiaram, tendo em vista o homem ter conquistado a amizade e a confiança de todos. As investigações seguem.

O advogado do indivíduo, que acompanhou o depoimento de seu cliente, diz que ele não irá se manifestar, tendo em vista que todos os esclarecimentos já foram prestados à autoridade policial.

Grupo Independente

Comentários

  1. anonimo disse:

    animais não fazem isso.pobres inocentes

Publicidade

Últimas Notícias

No primeiro enfrentamento entre as equipes bom-retirenses, o Largados levou a mehor

Equipe bom-retirense vai até Mato Leitão onde disputa última partida da fase classificatória

Acampamento Farroupilha e atrações culturais marcam atividades que vão até dia 22 de setembro

Quina foi marcada por 154 jogos que poderão sacar mais de R$ 47 mil