Giro do Vale / Bom Retiro do Sul / Destaque / Polícia

Polícia tenta descobrir identidade de cadáver localizado no interior de Bom Retiro do Sul

Trata-se de uma vítima do sexo masculino e corpo estava em avançado estado de decomposição

Corpo estava em avançado estado de decomposição e apresentava pelo menos uma perfuração causada por arma de fogo. (Foto: Divulgação)

O corpo de uma pessoa foi localizado por volta das 15h30min da segunda-feira, dia 16, no interior de Bom Retiro do Sul. O cadáver estava às margens da RSC-287, na localidade de Faxinal João da Costa, próximo a ponte do Arroio do Tigre, já em estado avançado de decomposição.

Polícia Civil e Brigada Militar foram até o local indicado, e encontraram o corpo que estava enrolado em alguns panos. Segundo o delegado Dinarte Marshall Júnior que reponde pela Delegacia de Polícia de Bom Retiro do Sul, a cabeça estava separada do corpo e nela havia uma perfuração provocada por disparo de arma de fogo, o que caracteriza um homicídio.

O fato da cabeça não estar junto ao corpo pode ser explicado pelo tempo em que o cadáver já estava no local. “Pelo avançado estado de decomposição do cadáver, os peritos disseram que poderia ter sido arrancada por animais, até porque as vísceras também estavam comidas”, afirma o delegado.

Ainda segundo o delegado, a identificação deverá ser feita através de alguns pertences que estavam junto ao cadáver, como relógio e as roupas que vestia, ou então por exame de DNA, já que a identificação papiloscópica fica prejudicada em virtude do avançado estado de decomposição.

Giro do Vale

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Policiais cumpriram mandado de busca e apreensão, localizando drogas e dinheiro na casa do indivíduo

Entre as medidas estão ações de aumento da capacidade da captação, bombeamento e reservação

Suspeita é de que o corpo estava no local há, pelo menos, três dias

Massa de ar frio mantém máximas abaixo dos 30°C em quase todo o Estado