Giro do Vale / Esporte / Grêmio

De virada, reservas do Grêmio perdem para o Fortaleza no Castelão

Mesmo com a abertura do placar no início do jogo, com Paulo Miranda, equipe alternativa de Renato perdeu por 2 a 1, com gols de Wellington Paulista e Osvaldo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação

Os reservas do Grêmio até saíram na frente jogando fora de casa, no Castelão, na tarde deste sábado. No entanto, sofreram a virada ainda no primeiro tempo e acabaram derrotados por 2 a 1 para o Fortaleza. O resultado manteve o Tricolor fora do G6 do Brasileirão. 

Os três gols saíram no primeiro tempo. Aos 9 minutos, Paulo Miranda abriu o placar. No entanto, a virada do Fortaleza veio aos 34 e aos 41, com gols marcados por Wellington Paulista e Osvaldo. 

Com o resultado, o Grêmio se mantém na 7ª colocação, e segue com 41 pontos. No entanto, pode terminar a rodada na 9ª posição, dependendo da combinação de resultados dos jogos que acontecem no domingo. 

O próximo compromisso do Grêmio é na quarta-feira, pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores, diante do Flamengo, às 21h30min, no Maracanã. Já pelo Brasileirão, o Tricolor volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Botafogo, na Arena. 

Grêmio abre o placar cedo, mas sofre a virada 

Por conta do compromisso pela Libertadores, diante do Flamengo, no meio de semana, a equipe escalada por Renato Portaluppi foi totalmente reserva. No gol, Phelippe Megiolaro iniciou a partida, por conta de um desconforto do substituto imediato Júlio César. Na lateral direita, Galhardo foi a opção, o que indica que Léo Moura pode surgir como novidade no Rio de Janeiro. 

E foi justamente Galhardo quem teve participação decisiva na abertura do placar no Castelão em favor do Grêmio, logo aos 9 minutos da primeira etapa. O Tricolor começou melhor o jogo e contou com uma desatenção de Osvaldo, que colocou a mão na bola na quina da grande área, pelo lado direito, para ganhar uma falta perigosa. Na cobrança, o lateral cruzou na medida para Paulo Miranda mergulhar de peixinho e fazer 1 a 0. 

Após sofrer o gol, o Fortaleza melhorou no jogo, e passou a ocupar o campo do Grêmio. Chegou a exercer pressão, mesmo sem criar chances perigosas de gol. O Tricolor, por sua vez, mal conseguia ultrapassar a linha da intermediária nos poucos momentos em que conseguia manter a posse da bola. Os donos da casa criaram uma oportunidade boa aos 23 minutos, em chute de Edinho, após bola escorada de cabeça. O goleiro Phelippe Megiolaro caiu para fazer boa defesa. 

 As poucas escapadas do Grêmio se resumiam em tentativas de contra-ataque. Ainda assim, mesmo quando conseguia sair em maior número, a equipe desperdiçava o último passe e não conseguia levar perigo ao Fortaleza. 

Quando o Grêmio parecia equilibrar o confronto novamente, os donos da casa igualaram o marcador. Após ataque desperdiçado, o Fortaleza escapou pelo lado esquerdo de ataque. Romarinho vai até a linha de fundo e cruza para o meio da área, onde Wellington Paulista se antecipou a David Braz, mergulhando para, de cabeça, empatar o jogo em 1 a 1.

Antes do fim do primeiro tempo, a virada. Aos 41 minutos, Wellington Paulista construiu a jogada do gol, de novo em cruzamento levando vantagem sobre os laterais do Grêmio. O atacante foi à linha de fundo e alçou bola para dentro da grande área, onde Osvaldo apareceu livre de marcação, para complementar para o gol de primeira, decretando o 2 a 1 e a vantagem do Fortaleza ao intervalo. 

Grêmio melhora no segundo tempo, mas não empata 

As duas equipes voltaram iguais para o segundo tempo. Atrás no marcador, o Tricolor gaúcho foi quem teve a atitude ofensiva no recomeço da partida. Aos 9 minutos, Pepê recebeu, driblou dois jogadores do Fortaleza na entrada da área e finalizou forte, obrigando Felipe Alves a fazer boa intervenção para evitar o empate.

Aos 15 minutos do segundo tempo, Renato fez duas trocas ao mesmo tempo. Colocou Everton e Patrick em campo, nos lugares de André e Michel. Com as trocas, fez uma alteração na figura do centroavante: Luciano passou para a posição de referência, algo que ainda não tinha ocorrido desde a chegada do jogador ao Grêmio.

A entrada de Everton até melhorou o time de Renato. Com o atacante, o Tricolor passou a ter uma válvula de escape, e conseguiu levar vantagem pelo setor esquerdo. Aos 23 minutos, ele recebeu, invadiu a área limpando dois marcadores com o mesmo corte e bateu forte, de perna esquerda. Felipe Alves mandou para escanteio, salvando o Fortaleza.

Ainda assim, a figura de Luciano como centroavante não funcionou. Já aos 35 minutos do segundo tempo, Renato tentou corrigir o problema lançando Diego Tardelli, outro titular, na função. Com pouco tempo em campo, ele nada pôde fazer para evitar a derrota dos reservas do Grêmio por 2 a 1 diante do Fortaleza, no Castelão. No fim, ainda houve tempo para Galhardo ser expulso por reclamação.

Campeonato Brasileiro – 27ª rodada

Fortaleza 2

Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe (Kieza), Juninho, Edinho (Nenê Bonilha), Romarinho (Marlon) e Osvaldo; Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni

Grêmio 1

Phelippe; Galhardo; Paulo Miranda, David Braz e Capixaba; Michel (Patrick), Rômulo, Thaciano; Luciano (Diego Tardelli), André (Everton) e Pepê. Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Paulo Miranda (9/1T); Wellington Paulista (34/1T), Osvaldo (41/1T)

Cartões amarelos: André e Galhardo (Grêmio); Carlinhos, Marlon e Kieza (Fortaleza)

Cartões vermelhos: Galhardo (Grêmio)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (SP)

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Em um comunicado pelo Facebook Edmilson Busatto, que está de férias, anunciou que está internado na cidade de Sobral no Ceará

Instabilidade mais forte deve atingir a Metade Oeste do Estado

Medida será tomada após 57 meses de vencimentos parcelados

Modelo de Distanciamento Controlado apresenta o pior momento da pandemia no Estado