Giro do Vale / Esporte / Inter

Na estreia de Zé Ricardo, Inter vence o Bahia, na Arena Fonte Nova

Guerrero, duas vezes, e Parede marcaram os gols do colorado no 3 a 2 em Salvador

Foto: Ricardo DUarte / Inter / Divulgação

Na estreia do técnico Zé Ricardo, o Inter mudou de postura e venceu o Bahia, por 3 a 2, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Colorado pressionou a saída de bola no campo ofensivo e conseguiu controlar o adversário baiano que disputava posições por vaga na Libertadores. Guerrero, duas vezes, e Guilherme Parede marcaram os gols no segundo tempo na terceira vitória fora de casa do alvirrubro na competição.

Com o resultado no jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Colorado chegou a quinta colocação com 45 pontos. Já o Bahia termina o sábado na 8ª colocação com 38 e pode ser ultrapassado pelo Athletico-PR, que recebe o Goiás, no domingo.

O Inter volta aos gramados na quinta-feira, às 21h30min, para enfrentar o Athletico-PR, no estádio Beira-Rio. Já o Bahia, na quinta-feira, às 19h15min, vai a Vila Belmiro enfrentar o Santos, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Inter pressiona, mas não consegue abrir o placar

Atuando em seus domínios, o Bahia iniciou tentando pressionar o Inter, mas a equipe de Zé Ricardo rapidamente conseguiu igualar a disputa pela bola e passou a criar oportunidades. Especialmente, com marcação alta e pressão na saída da bola.

A melhor chance delas ocorreu aos 11 minutos. Heitor cobrou escanteio da direita de ataque, Cuesta desviou de cabeça, a bola bateu no poste direito do Bahia, no esquerdo e a bola foi afastada pela defesa. Dois minutos depois, Wellington recebeu passe de Guerrero fora da área, ajeitou e bateu forte. Douglas espalmou pela linha de fundo.

A reação dos baianos ocorreu aos 24. Artur arriscou da intermediária, a bola saiu com efeito e passou rente do poste esquerdo de Lomba. Após este lance, o Inter começou a apresentar queda na intensidade de ações e passou a sofrer com os ataques da equipe de Roger Machado. Entretanto, aos 26, Neilton arriscou de fora da área e a bola passou rente ao travessão do Bahia.

A posse de bola do Colorado aos 30 minutos era de 55% com duas finalizações certas e três erradas, segundo números do Footstats. Os baianos passaram a atuar no campo do Inter, mas sem conseguir furar o bloqueio defensivo de Cuesta, Fuchs, Heitor e Zeca. Entretanto, no apito final da etapa, aos 48, o Inter tinha 52% de posse de bola, três arremates na direção da meta e quatro errados. Os donos da casa chutaram quatro vezes, nenhum na goleira de Lomba.

Inter amplia e Bahia tenta reação, mas não consegue o empate

O Inter voltou para o segundo tempo em alta rotação e, rapidamente, abriu o placar. Aos quatro, Heitor avançou pela direita e passou para Guilherme Parede. O atacante deu excelente passe na frente para Guerrero, que avançou e bateu cruzado e rasteiro, sem chances para Douglas. Quatro depois, o contestado Guilherme Parede aproveitou bola atrasada por Giovanni, que desviou na perna de Guerrero, avançou área a dentro, tirou o goleiro Douglas e chutou rente a linha de fundo para ampliar. Inter 2 a 0.

Aos 10, o lateral esquerdo Zeca errou na saída de bola, Gilberto pegou a bola dentro da área, passou por Lomba, mas chutou para fora. Três depois, Nino Paraíba matou a bola no peito e chutou sem deixar a bola cair. Lomba tapeou pela linha de fundo. Aos 17, Zé Ricardo retirou Parede e colocou Pottker.

Com uma presença ofensiva maior, o Bahia descontou aos 25. Artur passou de viagem por Zeca dentro da grande área e chutou no canto inferior esquerdo de Lomba. A bola ainda bateu no poste, no goleiro e entrou. Quatro depois, Edenílson roubou a bola no meio de campo e avançou em velocidade. Próximo a grande área, ele passou para Guerrero. O peruano driblou o marcador, cortando para o meio da área e bateu no canto esquerdo de Douglas. Inter 3 a 1.

O Bahia descontou aos 41 minutos. Após lançamento da direita para a esquerda, Guerra cabeceou para o interior da área, onde Juninho pegou de primeira e acertou o canto inferior direita de Lomba, que novamente tocou na bola, mas não impediu o gol. Os comandados de Roger Machado seguiram tentando o empate, mas não conseguiram furar o bloqueio defensivo do Inter.

Campeonato Brasileiro – 28ª rodada

Bahia (2)
Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Giovanni; Gregore, João Pedro (Guerra), Flávio, Artur e Marco Antônio (Rogério); Gilberto (Fernandão).
Técnico: Roger Machado

Inter (3)
Lomba; Heitor, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Zeca; Lindoso, Edenílson, Parede (Pottker), Neilton (Sarrafiore) e Wellington Silva (Bruno Silva); Guerrero.
Técnico: Zé Ricardo.

Gols: Guerrero (4min/2ºT e 29min/2ºT) e Guilherme Parede (8min/2ºT) & Artur (25min/2ºT) e Juninho (41min/2ºT)
Cartões amarelos: Edenílson, Bruno Fuchs (3º), Lindoso e Neilton (I) & Gilberto (B)
Cartões vermelhos: –

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
Local: Arena da Fonte Nova, em Salvador (BA).

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Dupla se apresentará na noite do dia 14 de dezembro, na Lagoa Armênia

A obra da década de 70 nunca recebeu reforma e modernização

Dinheiro foi encontrado em sacola, e três homens foram presos após denúncia anônima

Arrecadação é responsável por indenizar pessoas envolvidas em acidentes de trânsito