Giro do Vale / Destaque / Lajeado / Polícia

Indivíduo é preso após suspeita de ter filmado menina de 10 anos no banho

Entre o material apreendido está um pen drive com conteúdo nazista e pornografia infantil

Foto: Divulgação BM

Um rapaz de 27 anos foi preso por volta das 11h30min desta sexta-feira, dia 15, no bairro Alto do Parque em Lajeado, por reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica.

Conforme o comando da Brigada Militar (BM), a guarnição foi despachada pela sala de operações para atendimento de ocorrência onde supostamente um indivíduo teria filmado a filha da vítima, de 10 anos de idade, durante o banho.

No local, a solicitante relatou ao Policiais Militares o fato e apontou o suposto autor. O suspeito, de 27 anos idade, foi identificado, negou a acusação e mostrou o seu telefone como prova de não ter feito o fato pelo qual era acusado.

Naquele momento a guarnição visualizou em seu celular diversos vídeos contendo cenas de sexo com crianças, fotos e vídeos feitos pelo próprio acusado de momentos em que se masturbava próximo a mulheres e crianças em locais públicos.

O indivíduo fugiu ao ser questionado sobre os fatos, contudo, foi alcançado, sendo necessário o uso da força para contê-lo e algemá-lo. Durante a imobilização o jovem caiu e bateu a cabeça no cordão da via pública.

O suspeito foi conduzido à UPA e posteriormente à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi lavrado o flagrante e na sequência recolhido ao sistema prisional.

Na casa do homem foi apreendido: um notebook; uma câmera fotográfica; dois HDs externo de memória com conteúdo pornografia infantil; R$ 273 em dinheiro; uma calcinha infantil; CD de gravação; um celular com conteúdo de pornografia infantil; e um pen drive com conteúdo nazista e pornografia infantil.

Ainda conforme apurado pela reportagem, o preso trabalha no ramo da Educação Infantil e era bolsista universitário.

Grupo Independente

Veja mais imagens

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Comentários

  1. Luiz disse:

    Pena cara desse seria pena de morte,mas como não é executada, então seria prisão perpétua,pois vai ficar meia dúzia de anos e sai cometendo de novo.

Publicidade

Últimas Notícias

Ao avistar a viatura da polícia, o indivíduo correu para dentro de uma casa abandonada, momento em que caiu, bateu a cabeça, e foi capturado

O fato ocorreu no km 350 da BR-386, em Estrela, nas imediações do Atacadão

Ao ver a polícia, o condutor entrou em uma via secundária e abandou o carro, mas acabou sendo localizado. Outro indivíduo conseguiu fugir

Um casal foi atropelado por um veículo Ford Focus de Vespasiano Correa, que seguia em direção ao município de Guaporé