Giro do Vale / Destaque / Polícia / Santa Cruz do Sul

Draco apreende material de facção criminosa na casa de jovem em Santa Cruz

Suspeita é de que o jovem de 22 anos sem antecedentes criminais, guardava o material para grupo criminoso

Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) com apoio da 2ª DP, apreendeu nesta quinta-feira, dia 6, diversos materiais táticos em uma casa no Bairro Senai, em Santa Cruz do Sul. Entre os itens encontrados, estão coletes balísticos, giroflex, rádio comunicadores, bloqueadores de sinais, toucas ninjas e roupas táticas para, no mínimo, 15 pessoas. A maioria do material estava no forro, e outra parte do quiosque da residência.

Conforme o delegado Marcelo Chiara, a suspeita é que os objetos seriam de uma facção, e que um jovem de 22 anos – sem antecedentes criminais – estaria armazenando os itens em casa, sem o conhecimento da família.

O que chama a atenção é a quantia de coletes balísticos e giroflex, materiais utilizados pela polícia. É um material claramente utilizado em crimes organizados. Agora vamos investigar a origem desse material“, destaca Chiara. 

O que foi apreendido?

  • | 14 cintos táticos
  • | oito porta munições
  • | oito porta algemas
  • | 22 bornais
  • | 13 coldres
  • | 17 camisas 
  • | 25 coletes balísticos
  • | 14 toucas
  • | 16 bonés
  • | seis unidades de giroflex
  • | três bloqueadores de sinais
  • | 12 rádio comunicadores
  • | 12 pares de botinas
  • | dois celulares
  • | uma folha de caderno com anotações

Arsenal de armas em 2017

Uma situação parecida no Bairro Avenida, em 2017, resultou na apreensão de 15 fuzis, 21 pistolas e diversas munições. Assim como no caso desta quinta-feira, um jovem sem antecedentes armazenava o material para a facção Os Manos. O universitário de 26 anos, condenado a cinco anos de prisão, recebia R$ 10 mil para esconder o material para os criminosos. 

De acordo com o delegado Chiara, chama a atenção a utilização de jovens para este tipo de função. Tanto o responsável pelo armazenamento do material tático, quanto o universitário que escondia os fuzis, são pessoas consideradas insuspeitas, sem antecedentes e que usavam residências de médio padrão como esconderijo. 

Portal Arauto

Ainda não há comentários

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Indivíduo seria responsável por pelo menos três assaltos no município

Acidente ocorreu em Lajeado envolvendo quatro veículos

Crédito bancário beneficia mais de 116 mil contribuintes em todo país

Após três dias de queda, Hubei registrou 105 óbitos pela doença