Giro do Vale / Destaque / Lajeado / Polícia

Operação policial tem prisões e apreensões após homicídios ocorridos em Lajeado

52 agentes da Polícia Civil e da Brigada Militar, com apoio de servidores da Secretaria da Segurança Publica de Lajeado participaram da operação

Foto: Polícia Civil / Divulgação Twitter

No final da madrugada desta terça-feira, dia 18, 52 agentes da Polícia Civil e da Brigada Militar, com apoio de servidores da Secretaria da Segurança Publica de Lajeado, desencadearam mais uma fase da Operação Pax – Paz em latim.

Conforme o delegado titula da Polícia Civil de Lajeado, Márcio Moreno, que está a frente da operação, esta foi uma fatia maior do trabalho que vem sendo desenvolvido desde o final de janeiro, frente aos crimes de homicídio que ocorreram no município. Treze ordens judiciais (nove mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e três mandados de prisão temporária) foram cumpridas.

Desde o início da Operação, até a manhã de hoje, dia 18, cinco homens foram presos e mais um mandado cumprido no Presídio Estadual de Lajeado, onde um indivíduo já está recolhido. O policiamento também apreendeu quantia em dinheiro, material utilizado para embalar entorpecentes, balança de precisão e três veículos.

Os mandados foram cumpridos nos Bairros Planalto, Montanha, Conservas e Bom Pastor. Moreno ressalta que todos os presos até o momento têm vínculo direto com os homicídios ocorridos recentemente no município. Mais pessoas devem ser presas, resultando na elucidação dos casos de crime contra a vida ocorridos entre o final do ano passado e inicio de 2020, em Lajeado. As outras duas fases da Operação Pax foram mantidas em sigilo.

Grupo Independente

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Amanhecer será frio e irá anteceder tarde quente

Autor dos disparos disse que atirou porque viu a movimentação na frente de casa e pensou se tratar de criminosos

Eles alegaram que estavam levando o veículo de Barros Cassal para Bento Gonçalves

Soldados precisaram utilizar técnicas de rapel para tirar o homem da vala de quatro metros