Giro do Vale / Saúde

Vacinação contra a gripe será antecipada em função do Coronavírus

Ministro Henrique Mandetta anunciou a modificação da data durante coletiva do governo de São Paulo

Foto: Divulgação

Durante coletiva organizada pelo governo estadual de São Paulo, que ocorre nesta quinta-feira, dia 27, o ministro da Saúde, Henrique Mandetta, anunciou que haverá antecipação da campanha nacional de vacinação contra a gripe. Em vez de iniciar em abril, como inicialmente previsto pelo Ministério da Saúde e como ocorreu no ano passado, começará em 23 de março. 

De acordo com o ministro, a vacinação começará por gestantes, crianças de até seis anos e puérperas. Na segunda etapa, serão chamados os idosos acima de 60 anos. 

O objetivo da antecipação, segundo o ministro, é facilitar o diagnóstico de coronavírus. A decisão ocorre após o Brasil confirmar o primeiro caso da doença na quarta-feira, dia 26. O paciente é um homem de 61 anos que esteve na Itália.

Segundo o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com a vacina da gripe, os pacientes que chegarem às unidades de saúde com sintomas gripais e informarem que tomaram a vacina irão facilitar o diagnóstico do coronavírus, já que as doenças contempladas na vacina não serão consideradas. 

Em 2019, a Campanha Nacional de Vacinação começou em 10 de abril. 

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Conforme a Caixa, 45 apostas fizeram a quina

Conforme Ministério da Saúde, país tem mais de 817 mil casos ativos da doença

No Vale do Taquari a temperatura irá variar entre 13ºC e 29ºC

Paolo Guerrero marcou o gol da vitória colorada no Couto Pereira