Giro do Vale / Destaque / Estado / Geral

Confirmada primeira morte decorrente do coronavírus no Rio Grande do Sul

Vítima é uma idosa de 91 anos de Porto Alegre

A SMS (Secretaria Municipal da Saúde) de Porto Alegre confirmou, na madrugada desta quarta-feira, dia 25, a primeira morte por coronavírus no Rio Grande do Sul. A vítima, uma idosa de 91 anos, estava internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Moinhos de Vento, na Capital gaúcha.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior se manifestou no Twitter sobre a morte da idosa. “Lamentamos muito, esperamos que nossas medidas possam evitar que isso seja uma constante em nossa cidade”, escreveu. “Mas precisamos de todos. Isso não é uma questão, jurídica, ideológica. É uma questão fática e de saúde”, completou.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo governo gaúcho, o número de casos confirmados de Covid-19 no Estado chegou a 112 nessa terça-feira, dia 24. Segundo a SES (Secretaria Estadual da Saúde), outros 204 pacientes apresentam suspeita de infecção.

No mais recente boletim epidemiológico estadual constam 47 pessoas com diagnóstico positivo para o coronavírus em Porto Alegre, mas a SMS notificou a existência de 81 confirmações na Capital até o momento.

Decretos

Em um cenário de desafios inéditos para Porto Alegre, a vida na cidade se reorganiza com o objetivo de desacelerar a transmissão do novo coronavírus. A publicação de 27 decretos assinados pelo prefeito Marchezan nos últimos oito dias tem por objetivo ampliar o distanciamento social, frear o contágio da doença e diluir a demanda pelas estruturas de saúde para salvar vidas.

Os decretos publicados tratam de áreas como transporte público coletivo, educação, comércio de rua e shoppings, agências bancárias, padarias e restaurantes, limpeza urbana, eventos, restrição de funcionamento de equipamentos culturais e áreas condominiais, entre outros.

As ações se intensificam à medida que a situação epidemiológica é atualizada.

Como se proteger

Em caso de sintomas, a avaliação de um profissional de saúde é o primeiro passo do atendimento. Ela pode ser feita em sua unidade de saúde, nas unidades de turno estendido ou pelo seu médico de confiança. Você será orientado quanto à necessidade ou não de isolamento domiciliar, coleta de exames e outros procedimentos. Hospitais e unidades de pronto-atendimento devem ser acessados apenas em caso de dificuldade severa para respirar.

O Sul

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Encontro entre Eduardo Leite e representantes da Famurs também acena com apoio da Brigada Militar na fiscalização contra aglomerações

Estado recebeu 11 pedidos de reconsideração, mas somente dois foram aceitos

Decisão está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira

Eleitores que não comprovarem motivo da ausência no período determinado ficam com título irregular e deverão pagar multa