Giro do Vale / Geral

Corsan suspende corte de água por não pagamento da conta por 60 dias

Governador disse que clientes de tarifa-social ficarão isentos pelos próximos 90 dias e pediu que cidadãos que dispõem de condições se mantenham adimplentes para manutenção dos serviços

Foto: Divulgação

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, anunciou neste domingo medidas referentes às contas de água no período de pandemia de Covid-19. Após reunião com o Secretário de Meio Ambiente e Infraestrutura, Arthur Lemos Jr., ficou definido que a Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN) não suspenderá o serviço por não pagamento nos próximos 60 dias e os clientes de tarifa-social ficarão isentos pelos próximos 90 dias de cobrança. Esta modalidade contempla famílias de baixa renda que residem em unidades domiciliares de até 60 m².

“Precisamos manter a empresa em funcionamento e, para tanto, mesmo que sem cortes, continuam valendo multas e juros em atrasos. Os cidadãos que dispõem de condições para pagamento de suas faturas devem se manter adimplentes para mantermos os serviços essenciais à população”, explicou o chefe de Estrado em suas redes sociais.

Já Lemos Jr. disse que o governo estadual está em contato permanente com o Ministério de Minas e Energia para resolver a questão das contas de luz. “Acreditamos que teremos leitura correta na semana que se inicia”, pontuou.

Correio do Povo

Comentários

  1. Munícipe disse:

    Não sabemos como vai ser daqui pra frente, vivemos um dia após o outro, na minha opinião acho que corsan deveria avaliar melhor mais pra frente tambm conforme a situação anda…e isentar essas multas e esses juros em atraso.
    Minha família sempre honra água e luz sempre em dia antes até mesmo de vencer.
    A nossa situação até o momento é de dez dias de férias pagos em casa,… mas e depois?Só Deus sabe! Nós gostaríamos de pagar em dia sem multa e juros mas infelizmente nao sabemos mais o dia de amanhã…

Publicidade

Últimas Notícias

Em Estrela o sinistro ocorreu no Bairro Pinheiros, e em Marques de Souza, em uma área às margens da BR-386

Teste do etilômetro acusou 0,49 miligramas de álcool por litro de ar expelido

Vítima estava amarrada no sofá da sala quando a polícia chegou em sua residência

Caso que ocorreu em Erechim, no Norte do Estado, é apurado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público