Giro do Vale / Destaque / Geral

Estado passa a analisar a localização de usuários de celulares para ações contra a covid-19

Acordo foi fechado nesta quarta-feira com as quatro operadoras que atuam no RS para identificar focos de aglomerações

Foto: Divulgação

O governo gaúcho formalizou nesta quarta-feira, dia 6, acordo que vai permitir o recebimento de dados de localização de usuários das quatro operadoras de telefonia celular que atuam no Estado. O objetivo é acompanhar o deslocamento da população e identificar possíveis focos de aglomeração. As análises irão oferecer subsídios para que as medidas de distanciamento social, usadas como prevenção à pandemia de coronavírus, sejam ampliadas ou flexibilizadas.

A parceria com as empresas Vivo, Claro, Oi, e TIM não terá custos ao Piratini. As informações repassadas não irão identificar os usuários, e sim oferecer as bases para mapas de calor – representação gráfica dos pontos em que há maior concentração de pessoas.

— Desde o início da nossa mobilização diante da pandemia, as ações que implementamos sempre se basearam em indicadores, em evidências científicas, ao que agora se soma o acompanhamento da mobilidade por meio das antenas de celular — disse o governador Eduardo Leite, em transmissão pela internet nesta quarta-feira.

O acesso será às informações obtidas a partir das antenas de telefonia. Cada vez que o usuário passa por esses equipamentos, um registro é gerado pelo aparelho celular.

Servidores da área de planejamento e tecnologia realizaram treinamentos online para o uso das informações. No governo federal, os dados também já foram disponibilizados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

GaúchaZH

Comentários

  1. Anônimo disse:

    Chou de bola por que nós estamos se cuidondo e eutros não asim vai achudar muito 🇧🇷🤝👍

Publicidade

Últimas Notícias

Vítima fata é um homem de 41 anos que dirigia um dos veículos de carga envolvido na colisão

Serão beneficiados 3,6 milhões nascidos em agosto e outros 1,6 milhão que fazem parte do Bolsa Família, com número final 3 do NIS

Quina teve 52 acertadores e cada um vai receber R$ 34,3 mil

Nebulosidade pode estar acompanhada de instabilidade em pontos isolados do Estado