Giro do Vale / Destaque / Economia / Lajeado

Recurso é negado, e BRF de Lajeado terá que fechar por 15 dias

Desembargadora expediu a decisão na tarde deste sábado, dia 9

Foto: Divulgação

A BRF de Lajeado terá que acatar a decisão judicial que pede a paralisação das atividades produtivas pelo período de 15 dias. A empresa apresentou recurso tentando reverter a decisão, mas na tarde deste sábado, dia 9, a desembargadora Laura Louzada Jacottet, do Tribunal de Justiça (TJ) de Porto Alere, manteve a decisão da juíza Carmen Luiza Rosa Constante Barghouti, de Lajeado.

Durante o período em que paralisará as atividades, a empresa deverá realizar higienizar toda a planta industrial de acordo com as orientações de órgãos de vigilância sanitária, bem como realizar o monitoramento dos funcionários. Quando retornar as atividades, precisar seguir um protocolo de retomada gradual conforme plano de segurança estabelecido.

Nesta semana a Justiça também decidiu que a planta de Lajeado da Companhia Minuano de Alimentos trabalhe com apenas 50% de seus funcionários e proporcione testagem de coronavírus para todos.

Giro do Vale

Comentários

  1. Anônimo disse:

    Preferia ir trabalhar do que ficar em casa. Acham q esse pessoaç todo vai ficar em casa. Acho q ñ aí q vai ter aglomeração. Trabalho lá e não gostei mas fazer o q né. Tem q se cumprir.

Publicidade

Últimas Notícias

Pessoas que estariam organizando um encontro chamado de “Festa Clandestina 27” serão investigados pela Polícia Civil

Um grupo de 19 pessoas foi flagrado no local ouvindo som alto. Também foram localizados entorpecentes durante a revista pessoal

A aplicação da vacina deve ser agendada pelo telefone 3766-1640, ou diretamente na Sala de Vacina, na UBS Centro.

Operação ocorreu para conter aglomerações na cidade