Giro do Vale / Destaque / Economia / Lajeado

Recurso é negado, e BRF de Lajeado terá que fechar por 15 dias

Desembargadora expediu a decisão na tarde deste sábado, dia 9

Foto: Divulgação

A BRF de Lajeado terá que acatar a decisão judicial que pede a paralisação das atividades produtivas pelo período de 15 dias. A empresa apresentou recurso tentando reverter a decisão, mas na tarde deste sábado, dia 9, a desembargadora Laura Louzada Jacottet, do Tribunal de Justiça (TJ) de Porto Alere, manteve a decisão da juíza Carmen Luiza Rosa Constante Barghouti, de Lajeado.

Durante o período em que paralisará as atividades, a empresa deverá realizar higienizar toda a planta industrial de acordo com as orientações de órgãos de vigilância sanitária, bem como realizar o monitoramento dos funcionários. Quando retornar as atividades, precisar seguir um protocolo de retomada gradual conforme plano de segurança estabelecido.

Nesta semana a Justiça também decidiu que a planta de Lajeado da Companhia Minuano de Alimentos trabalhe com apenas 50% de seus funcionários e proporcione testagem de coronavírus para todos.

Giro do Vale

Comentários

  1. Anônimo disse:

    Preferia ir trabalhar do que ficar em casa. Acham q esse pessoaç todo vai ficar em casa. Acho q ñ aí q vai ter aglomeração. Trabalho lá e não gostei mas fazer o q né. Tem q se cumprir.

Publicidade

Últimas Notícias

Outro envolvido, foi encaminhado ao hospital com ferimentos graves

Fatalidade ocorreu na Estrada Geral, da localidade de Posses

Estado contabiliza ao menos 178 mortes pelo coronavírus

No Vale do Taquari a temperatura irá variar entre 10ºC e 17C