Giro do Vale / Geral

Receita libera consulta ao segundo lote de restituição do IR 2020

Contribuintes podem consultar se foram contemplados pelo site ofical ou por aplicativo do órgão, disponível gratuitamente

Foto: Divulgação

A Receita Federal libera nesta terça-feira, dia 23, a consulta para o segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2020. O valor será depositado na próxima terça-feira (30). Os contribuintes já podem realizar a consulta pelo site oficial ou por meio do aplicativo da Receita. 

O crédito bancário será feito para 3.306.644 contribuintes, totalizando R$ 5,7 bilhões — o maior valor para um lote de restituição na história. 

Além das prioridades definidas por lei (idosos, pessoa com deficiência física e mental, com moléstia grave ou professores), foram contemplados mais de um milhão de contribuintes que entregaram a declaração até o dia 4 de março deste ano. O cronograma de pagamentos é definido de acordo com a data de envio da declaração. 

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer um requerimento pedindo o crédito. 

Veja o cronograma de pagamentos:

1º lote: 29 de maio
2º lote: 30 de junho
3º lote: 31 de julho 
4º lote: 31 de agosto  
5º lote: 30 de setembro

Caso o contribuinte tenha sido contemplado no lote, mas o valor não foi creditado na data informada, é possível entrar em contato pessoalmente em qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos). 

Devido à pandemia de coronavírus, a Receita Federal estendeu o prazo de recebimento das declarações do Imposto de Renda até 30 de junho deste ano. 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Material seria entregue para outro indivíduo na cidade

O veículo pertence ao Governo do Estado e era utilizado por trabalhadores da pedreira, em Linha São João

Vítima foi rendida após parar achando que criminosos estavam precisando de ajuda para trocar o pneu

Decisão vale apenas para regiões que estão há pelo menos de duas semanas nas bandeiras amarela e laranja