Giro do Vale / Esporte / Inter

Com Guerrero inspirado, Inter domina o Santos e vence por 2 a 0

Com gols do peruano e de Edenilson, Colorado despachou o Peixe sem dificuldades

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

Dominando amplamente a partida, o Inter venceu o Santos por 2 a 0, no estádio Beira-Rio, nesta quinta-feira, com gols de Paolo Guerrero e Edenilson. Com o resultado, o Colorado subiu para a segunda posição e mantém o 100% de aproveitamento no Brasileirão 2020. O próximo compromisso da equipe de Coudet será contra o Fluminense, no domingo, às 18h, no Rio de Janeiro. 

Mesmo tendo controlado todo o primeiro tempo e empilhado oportunidades, os gols colorados só saíram na segunda etapa. Destaque da noite foi para o peruano Guerrero, que participou dos dois tentos do jogo, marcando de cabeça, aos 12 minutos e dando assistência, de calcanhar, para o golaço de Edenilson, aos 42 minutos.

Primeiro tempo de domínio, mas pouca pontaria

No começo do jogo, o Inter controlou todas as ações da partida e pressionou a equipe santista criando as melhores oportunidades. Já aos 9 minutos, num desvio de Guerrero, o zagueiro Lucas Veríssimo colocou a bola contra sua própria trave. Logo após, aos 14 minutos, de novo ele, Paolo Guerrero criou a chance. Em bom passe de Boschilia, o atacante rolou para dentro da área, mas não havia ninguém.  

Mantendo a pressão, eis que surgiu a melhor chance do Inter no jogo até o momento, aos 16 minutos. Em jogada disputada dentro da área, após desvio de Patrick, a bola sobrou nos pés de Thiago Galhardo, embaixo das traves, sem goleiro, ele mandou para fora. Um lance incrível e que ele não costuma perder.

Sentindo que estava perdendo o controle do jogo, aos 17 minutos, o técnico Cuca tirou Luiz Felipe, lateral-direito, para colocar Kaio Jorge, jovem atacante no time. No entanto, a mudança não surtiu efeito. Dominante, o Inter criou mais uma chance. Aos 25 minutos, foi a vez de Lindoso exigir bela defesa do goleiro Vladimir. Em cobrança de escanteio pela esquerda, o volante chegou pegando bonito, de primeira e o goleiro santista fez bela defesa. 

Após os 30 minutos, o ritmo diminuiu um pouco ofensivamente e o Colorado não criou novas oportunidades tão claras e tampouco foi exigido pelo ataque santista. Até os 45 minutos do primeiro tempo, o goleiro Marcelo Lomba cumpria o papel de espectador in loco no estádio (vazio por segurança pela Covid-19).

No final da primeira etapa, aos 46 minutos, a primeira chegada efetiva do Santos. Em cobrança de falta de Marinho pela ponta direita, o atacante Kaio Jorge desviou e a bola passou próxima ao gol de Lomba.

Gols e bela atuação de Guerrero

No começo da segunda etapa, mudanças na equipe santista. Cuca colocou Tailson e Jobson nos lugares de Diego Pituca e Carlos Sánchez. E as alterações tiveram efeito na postura santista no jogo. Logo aos cinco minutos, Victor Cuesta precisou fazer corte preciso para impedir Kaio Jorge de marcar. 

Aos 8 minutos, em erro de Marcelo Lomba, que afastou mal a bola, Marinho pegou a sobra e soltou uma bomba para uma bela defesa do goleiro colorado. 

Embora o jogo estivesse um pouco mais equilibrado, o Inter aproveitou vacilo santista e abriu o placar aos 12 minutos. Em lance de raça, Thiago Galhardo se antecipou a erro de Felipe Jonatan e tocou a bola para trás para Saravia, que cruzou para o peruano Paolo Guerrero cabecear sem chances para Vladimir. 

Após o 1 a 0, o domínio voltou a ser todo do Inter, que empilhou chances uma atrás da outra. Aos 16 minutos, Edenilson finalizou tirando tinta do poste de Vladimir. Aos 18, Galhardo desperdiçou após entortar o zagueiro Luan Peres. O atacante tirou demais do gol e mandou para fora. 

O Santos, tentando responder a pressão colorada, até marcou, mas o gol foi bem anulado pelo VAR. No lance, Kaio Jorge, após cruzamento de Soteldo, dividiu com Marcelo Lomba e a bola pegou em sua mão. 

Depois do gol anulado, o Inter seguiu dominando e o Santos levando pouco perigo ao gol colorado. Aos 24 minutos, Thiago Galhardo desperdiçou outra oportunidade. O atacante finalizou para fora um bom cruzamento de Boschilia. A noite não era de Galhardo como artilheiro, que foi substituido por Musto, aos 34 minutos do primeiro tempo. 

Sem receber ameaças do Santos, o Inter controlava o jogo sem se expor desnecessariamente no ataque. Aos 38 minutos, Boschilia provocou boa defesa do goleiro Vladimir, em chute forte pela esquerda. Coudet também colocou Marcos Guilherme no lugar de Boschilia, para dar mais intesidade ao time no final.

Aos 42 minutos, o golaço do jogo. Em bonito passe de calcanhar de Guerrero, Edenilson fez lindo gol, cavando por cima do goleiro santista e dando números finais a partida. Ainda houve tempo de D’Alessandro entrar no lugar de Edenilson. O meia argentino pouco tocou na bola, mas também não foi necessário. O Inter garantiu o resultado de 2 a 0 e mais três pontos na bagagem antes de ir ao Rio de Janeiro.  

Campeonato Brasileiro – 2ª rodada

Inter 2 
Marcelo Lomba; Saravia, Bruno Fuchs, Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson (D’Alessandro), Boschilia (Marcos Guilherme), Thiago Galhardo (Musto) e Patrick; Paolo Guerrero. Técnico: Eduardo Coudet

Santos 0 
Vladimir; Luiz Felipe (Kaio Jorge), Veríssimo, Luan Peres; Pará, Alison (Ivonei), Pituca (Tailson), Sánchez (Jobson), Felipe Jonathan (Madson); Marinho, Soteldo. Técnico: CucaPlayvolume00:00/02:29Acidente grave em rodovia no Paraná deixa oito mortosTruvidfullScreen

Gols: Guerrero (16/2T); Edenilson (42/2T);
Cartões amarelos: Edenilson e Moisés (Inter) Lucas Verissimo, Kaio Jorge e Marinho (Santos)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 13 de agosto, às 19h30min

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Homem de 75 anos morava sozinho no local

Quina rendeu mais de R$ 71 mil a apostadores

No Vale do Taquari a temperatura deve variar entre 20ºC e 33ºC

Estado pode recorrer e deve analisar decisão nesta quinta-feira