Giro do Vale / Destaque / Polícia

Líder de facção gaúcha que estava foragido, é preso no Paraguai

Ele havia fugido após ser beneficiado com prisão domiciliar e foi capturado em ação integrada das polícias federais gaúcha e paraguaia

Foto: Polícia Federal / Arquivo / Divulgação

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira, dia 4, em ação conjunta com a Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai – SENAD, um dos líderes de organização criminosa estabelecida no Rio Grande do Sul.

O traficante gaúcho Fabrício Santos da Silva de 37 anos, o Guri ou Nenê como é chamado, foi preso nesta madrugada em um condomínio de luxo da cidade paraguaia de Hernandárias ao lado de Foz do Iguaçu em uma operação da Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD). Ele foi capturado em um condomínio de alto padrão, a partir de informações de inteligência da Polícia Federal, com base em acordo de Cooperação Policial Internacional.

O criminoso estava foragido da Justiça do Rio Grande do Sul desde junho, após romper a tornozeleira eletrônica. Guri foi colocado em liberdade, beneficiado por um habeas corpus devido a pandemia de Covid 19, porque é do grupo de risco diagnostica com hipertensão e doença neurológica. Ele tem condenação a mais de 70 anos de prisão por diversos crimes, como tráfico de drogas, homicídio e roubo.

Ele será expulso do Paraguai e entregue à Polícia Federal para, posteriormente, ser encaminhado ao sistema prisional.

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Ministério da Saúde confirmou o envio dessa nova remessa

Dia começa com temperaturas amenas em vários pontos do Estado