Giro do Vale / Esporte / Inter

Inter empata com o Palmeiras fora de casa após dois gols nos acréscimos

Colorado jogou melhor, fez gol com Thiago Galhardo, mas sofreu tento de Luiz Adriano, e partida terminou em 1 a 1

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

O Allianz Parque teve um fim de jogo eletrizante e com um grau de frustração para o Inter, nesta quarta-feira. Após um primeiro tempo morno, a conclusão foi intensa. Os reservas colorados jogaram melhor, conseguiram gol de pênalti no fim e pareciam próximos a conquistar três pontos para ampliar a liderança. No entanto, com gol de Luiz Adriano, já aos 49 minutos, as duas equipes empataram em 1 a 1. 

Com uma equipe muito diferente daquela que Eduardo Coudet costuma colocar em campo, o Inter fez jogo de igual para igual em São Paulo. Ficou mais com a bola, e ocupou o campo do Palmeiras. Com o resultado, o Inter manteve a liderança do Brasileirão. O Colorado volta a campo para enfrentar o Bahia, em jogo válido pela 8ª rodada do Brasileirão. A partida acontece no Beira Rio, no domingo, às 16h.

Inter joga melhor e fica com a bola

O Inter entrou bastante modificado para a partida contra o Palmeiras. Na zaga, Rodrigo Moledo fez dupla com Victor Cuesta. Na meia cancha, Johnny e Nonato atuaram ao lado de Praxedes e Patrick. No ataque, Thiago Galhardo foi poupado, com a dupla formada por Marcos Guilherme e Sarrafiore, que voltou a ter chance entre os titulares.

A primeira boa chance na partida foi do Inter, que começou ocupando bem o campo do Palmeiras. Em boa infiltração com Marcos Guilherme acionando Nonato, a bola saiu em escanteio. Na sequência, a bola sobrou para Patrick, que tentou de bicicleta. Ela desviou e passou perto da trave de Weverton, que viu ela sair em novo escanteio.

Nos primeiros 15 minutos, o Inter controlou a bola no campo de ataque e pressionou o Palmeiras na saída de jogo, que não conseguia encontrar alternativas a não ser o chutão. A ligação direta buscava especialmente Gabriel Menino pela direita, mas o time de Coudet neutralizou as ações no começo do confronto.

O Palmeiras só foi assustar o Inter aos 33 minutos da primeira etapa. Em jogada pela direita, única alternativa ofensiva nos primeiros 45 minutos, o cruzamento buscava Luiz Adriano. A zaga colorada rebateu, e ela se apresentou para Viña. Ele chutou de primeira. Passou muito perto do travessão de Marcelo Lomba, levando perigo ao goleiro.

Mas foi a única chance real do Palmeiras. Ao longo dos 45 minutos iniciais, o Inter comandou as ações, mesmo sem criar nenhuma chance mais clara. O Colorado ficou mais com a bola, e só conseguiu ser parado pelo Palmeiras com muitas faltas. O time de Vanderlei Luxemburgo abusou nas falhas de marcação, resultando em cartões amarelos na etapa inicial. Apesar do domínio, a falta de boas oportunidades resultou no 0 a 0 no primeiro tempo. 

Jogo eletrizante no fim

Luxemburgo compreendeu que o Palmeiras perdeu em retenção de bola no campo de ataque. Para tentar recompor seu time, sacou Gabriel Menino e lançou a campo Rony, atacante de velocidade pelo lado. Coudet também modificou no intervalo: lançou a campo Edenílson e sacou Praxedes, apagado na partida.

O Inter repetiu a tônica dos minutos iniciais do primeiro tempo, e ficou com a bola na volta do intervalo. O técnico Eduardo Coudet, percebendo o bom momento e a superioridade, lançou a campo dois titulares. Sacou Patrick e o apagado Marcos Guilherme, e lançou a campo Boschilia e Thiago Galhardo.

Como cartada final para tentar se aproveitar da superioridade, mesmo sem criar chances claras de gol na etapa final, o treinador colorado chamou D’Alessandro. No entanto, já no final, o argentino pouco agregou.

Aos 42 minutos do segundo tempo, o Inter ainda acreditava que poderia buscar o primeiro gol e chegou a ele em um cruzamento de Moisés. O lateral lançou a bola na área do Palmeiras com efeito e, na tentativa de corte, Luan furou em bola e tocou com o braço direito nela. O lance seguiu e terminou com uma batida sem direção de Boschilia. 

Num primeiro momento, o árbitro Wilton Sampaio iria marcar apenas tiro de meta para o Palmeiras, mas foi chamado pelo VAR. Ao analisar o lance, assinalou a penalidade. Aos 46, Thiago Galhardo partiu para a cobrança e mandou a bola no canto alto direito da goleira de Weverton, fazendo 1 a 0 para o Inter. 

A partir daí, restava ao Inter segurar o Palmeiras e atravessar os sete minutos de acréscimo sem sofrer gols. Não foi o que aconteceu. O time de Coudet, que havia conseguido controlar as ações do adversário na maioria do tempo, falhou e a lei do ex se fez presente no Allianz Parque. 

Aos 48 minutos, em uma jogada confusa, a bola se ofereceu na direita para o zagueiro de Gustavo Gómez. O defensor palmeirense venceu Moledo na marcação e deu um cruzamento milimétrico para a chegada definitiva de Luiz Adriano. Sem marcação, o centroavante do Palmeiras, de família colorada, cabeceou forte, sem chances para Lomba, decretando o 1 a 1. 

O Inter deixou o gramado da casa palmeirense com um empate amargo, depois de perder uma vitória importante em questão de dois minutos. 

Campeonato Brasileiro – 7ª rodada 

Palmeiras 1

Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Viña (Diogo Barbosa); Bruno Henrique, Gabriel Menino (Rony), Patrick de Paula, Lucas Lima (Willian) e Zé Rafael (Ramires); Luiz Adriano. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Inter 1

Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Moisés; Johnny (Matheus Jussa), Nonato, Praxedes (Edenílson) e Patrick (Boschilia); Marcos Guilherme (Thiago Galhardo) e Sarrafiore. Técnico: Eduardo Coudet

Gols: Thiago Galhardo (46/2T) e Luiz Adriano (48/2T)

Cartões amarelos: Zé Rafael e Lucas Lima (Palmeiras); Nonato, Praxedes, Moledo (Inter)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP) 

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Decisão está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira

Eleitores que não comprovarem motivo da ausência no período determinado ficam com título irregular e deverão pagar multa

Tempo seco e quente das últimas semanas na região favoreceu aparecimento dos insetos

Material foi apreendido por agentes da Superintendência de Serviços Penitenciários