Giro do Vale / Geral

Novo lote do abono salarial PIS/Pasep é liberado nesta terça-feira

Podem sacar trabalhadores nascidos em setembro que não têm conta na Caixa e BB

Foto: Divulgação

Um novo lote de pagamento do abono salarial do PIS/Pasep exercício 2020 será liberado nesta terça-feira. O benefício, no valor de até R$ 1.045, estará disponível para saque aos participantes do PIS nascidos em setembro e para os servidores públicos cadastrados no Pasep com número de inscrição final 2.

Mais de 734 mil trabalhadores nascidos em setembro têm direito ao saque do benefício, totalizando R$ 567 milhões em recursos disponibilizados. No estado de São Paulo, 198.600 trabalhadores, nascidos no mês de setembro e que não receberam o benefício por meio de crédito em conta, poderão sacar aproximadamente R$ 152,1 milhões.

Quem tem direito

Tem direito ao recebimento do abono pago anualmente pelo programa o cotista do PIS ou Pasep que trabalhou pelo menos um mês e recebeu em média até dois salários mínimos mensais no ano passado. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) ou eSocial, conforme categoria da empresa.

O valor é proporcional ao número de meses que o participante, inscrito no programa PIS ou Pasep, esteve em atividade em 2019.Playvolume00:00/01:17TruvidfullScreen

O abono integral de um salário mínimo (R$ 1.045) será pago para quem trabalhou durante os 12 meses do ano passado. Quem esteve em atividade com registro em carteira menos tempo recebe valor calculado proporcionalmente ao número de meses em que trabalhou em 2019.

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Envie-nos o seu comentário

Publicidade

Últimas Notícias

Conforme a vítima, o autor dos disparos estaria em um veículo Cobalt de cor escura

Valor será disponibilizado em poupança gratuita e vai poder ser utilizado pelo app Caixa Tem

O sol predomina no RS no último dia do Inverno, com longos período de céu claro

Tricolor teve maior posse de bola, sofreu gol em contra-ataque e Ferreira definiu 1 a 1 nos acréscimos