Giro do Vale / Esporte / Inter

Na despedida de D’alessandro, Inter vence o Palmeiras por 2 a 0 no Beira Rio

Partida pelo Brasileirão foi a última do ídolo argentino com a camisa do clube

Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação

A noite seria histórica de qualquer forma. A partida da noite deste sábado, no Beira-Rio, marcava o fim de uma era. Era o último jogo do ídolo argentino Andrés D’Alessandro com a camisa vermelha com a qual escreveu seu nome na história do clube. E o time o presenteou com uma digna despedida: o Inter venceu o Palmeiras por 2 a 0 e o craque se despediu com vitória pelo Brasileirão. 

Os gols ocorreram um em cada tempo. No primeiro não poderia ter ocorrido em momento diferente: aos 10 minutos, Edenilson anotou o gol da vitória após cobrança de escanteio. Já no fim do confronto, Yuri Alberto marcou e definiu o placar no Beira-Rio.

Com o resultado, o Inter volta ao G4 do Brasileirão. A equipe sobe para a quarta colocação, com 44 pontos ganhos. Na próxima rodada, o Inter enfrenta o Bahia, no domingo, às 16h, na Fonte Nova, em jogo válido pela 27ª rodada da competição nacional. 

Edenílson marca e Inter sai na frente no primeiro tempo

A torcida do Inter vivia a expectativa pela despedida do ídolo D’Alessandro. No entanto, o meia argentino iniciou a partida no banco. No meio, Praxedes e Dourado eram os responsáveis pela saída de bola. No ataque, Abel Braga optou por Caio Vidal na companhia do artilheiro Thiago Galhardo. 

Apesar do bom começo de partida do Palmeiras, foi o Inter quem abriu o placar. Após escanteio pelo lado esquerdo, Rodrigo Dourado se projetou de trás e atacou o espaço vazio na primeira trave. Cabeceou forte, e Weverton até fez boa defesa. No entanto, no rebote, ela se ofereceu na pequena área para Edenilson. O meia aproveitou e apenas empurrou para as redes para abrir o placar no Beira-Rio. 

O Palmeiras, que havia iniciado bem o jogo, pareceu sentir o gol. Após o Inter abrir o placar, o jogo ficou faltoso. Picotado pela arbitragem por conta das entradas duras, a partida ficou mais complicada para a arbitragem. Em poucos minutos, foram três cartões em sequência, sendo um para o Colorado e dois para os paulistas.

A qualidade do jogo passou pela falta de controle da arbitragem. Os jogadores chegaram a se estranhar em determinado momento, e o juiz precisou advertir verbalmente os jogadores Gabriel Menino e Moisés após dividida mais forte envolvendo Praxedes, quando um princípio de confusão se criou. O Palmeiras, por sua vez, pouco fez. Não criou e, assim, a partida foi ao intervalo em 1 a 0 para o Inter, em jogo bastante truncado. 

Yuri Alberto marca e Inter vence o Palmeiras

No intervalo, o técnico Abel Braga optou por uma alteração. Sacou o volante Praxedes para a entrada do atacante Yuri Alberto, autor de gols importantes nas últimas partidas do Inter. O Palmeiras também trocou. Abel Ferreira lançou a campo o atacante Breno Lopes no lugar do apagado Raphael Veiga. 

Sem encontrar alternativas no início da segunda etapa, Abel Ferreira fez três trocas de uma vez. Colocou Zé Rafael, Mayke e Gabriel Veron, e tirou Danilo, Marcos Rocha e Viña. E as mudanças deram resultado. O Palmeiras melhorou, e chegou mais à frente. Em jogada pela direita, após cruzamento rasteiro, Cuesta tentou cortar e pegou mal. O zagueiro quase fez contra, mandando a bola no travessão de Marcelo Lomba. 

Controlando o jogo, o Inter chegou ao segundo gol em contra-ataque mortal. Edenílson achou belo passe para Yuri Alberto. O atacante ganhou na velocidade, invadiu a área e deu lindo toque por cima de Weverton, de cavadinha, para anotar seu quinto gol no campeonato Brasileiro e se consolidar como o principal artilheiro da era Abel Braga. 

Assim, com o placar garantido, abriu caminho para a despedida. Aos 40 minutos da etapa final, Abel Braga chamou a campo D’Alessandro, para entrar em campo pela última vez com a camisa do Internacional. Aplaudido de pé pelo banco de reservas e visivelmente emocionado, D’Alessandro fez seus últimos cinco minutos em uma vitória, consolidada pelo Inter por 2 a 0 diante do Palmeiras pelo Brasileirão. 

Campeonato Brasileiro – 26ª rodada

Inter 2 

Lomba; Heitor, Moledo, Cuesta e Moisés; Praxedes, Dourado, Edenílson e Patrick; Caio Vidal e Galhardo. Técnico: Abel Braga

Palmeiras 0 

Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo, Gabriel Menino, Gustavo Scarpa, Lucas Lima e Raphael Veiga; Willian. Técnico: Abel Ferreira

Gols: Edenílson (10/2T) e Yuri Alberto (40/2T)

Cartões amarelos: Caio Vidal (Inter); William e Gabriel Menino (Palmeiras)

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 19/12, às 21h

Correio do Povo

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Em Estrela o sinistro ocorreu no Bairro Pinheiros, e em Marques de Souza, em uma área às margens da BR-386

Teste do etilômetro acusou 0,49 miligramas de álcool por litro de ar expelido

Vítima estava amarrada no sofá da sala quando a polícia chegou em sua residência

Caso que ocorreu em Erechim, no Norte do Estado, é apurado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público