Giro do Vale / Geral

Duplicação de novo trecho da BR-386, tem autorização para início de obras

Obra começará com a duplicação do trecho de 20 Km entre Lajeado e Marques de Souza

Foto: Divulgação

Há cerca de 10 anos está sendo aguardada a obra de sequência da duplicação da BR-386, e dentro de um mês ela sairá do papel. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou o projeto executivo da obra nesta semana. A CCR ViaSul está providenciando a contratação da empresa. A licença prévia havia sido emitida no começo do ano passado.

A obra foi dividida em seis etapas. A primeira delas envolve a duplicação de 20 quilômetros, entre Lajeado e Marques de Souza. Os trabalhos começarão em 15 de fevereiro e precisarão ser concluídos em dois anos. 

Os primeiros serviços a serem feitos são a construção dos canteiros de obras, o cadastramento das jazidas que abastecerão a duplicação com os materiais necessários, retirada de vegetação e limpeza do terreno. Após estas etapas inicia-se a terraplenagem e a drenagem.

A segunda etapa ocorrerá entre 2022 e 2023. Os cinco quilômetros entre Lajeado e Estrela receberão obras. Eles atualmente têm pista duplicada, mas a pista será ampliada e irá receber acostamento, canteiro central, defendas metálicas para separação das pistas e faixas adicionais.

O trecho de 25 quilômetros entre Soledade e Fontoura Xavier será duplicado entre 2023 e 2024. A duplicação de 30 quilômetros da BR-386 prosseguirá de Tio Hugo a Soledade entre 2024 e 2025. As obras serão realizadas entre 2026 e 2028 nos 55 quilômetros, de Fontoura Xavier a Marques de Souza. Carazinho a Tio Hugo terá 34,6 quilômetros duplicados entre 2029 e 2030.

Por fim, o trecho de 59 quilômetros entre Tabaí e Canoas, que é duplicado, será ampliado entre 2034 e 2036. Ele receberá acostamento, canteiro central, defendas metálicas para separação das pistas e faixas adicionais. Isso inclui a duplicação do viaduto de pista simples existente em Canoas.

GaúchaZH

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

O espaço da sala de recuperação do bloco cirúrgico passa a funcionar como uma UTI Intermediária Covid 19

Ele assina contrato até dezembro de 2022

Lote deve chegar ao Aeroporto Salgado Filho no período da manhã

Hospital São José apresenta lotação dos 10 leitos disponíveis para UTI Covid