Giro do Vale / Fontoura Xavier / Geral / Venâncio Aires

Pessoas são resgatadas em situação semelhante a escravidão em Venâncio Aires e Fontoura Xavier

Operação Resgate iniciou na semana passada, e já libertou 140 pessoas em várias cidades do país

Foto: Divulgação / MPT

Mais uma etapa da Operação Resgate foi desencadeada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) a nível nacional nesta sexta-feira, dia 29. Houve o resgate de pessoas que estavam vivendo em situação semelhante a escravidão em várias cidades pelo país, incluindo Fontoura Xavier no Vale do Taquari, e Venâncio Aires no Vale do Rio Pardo.

Em Fontoura Xavier três pessoas foram libertadas. Elas trabalhavam com a cultura de plantação e colheita de fumo, duas delas com deficiência. Em Venâncio Aires, quatro homens foram resgatados. Eles trabalhavam na produção de carvão.

Desde a semana passada essa operação já libertou 140 pessoas. Esta é uma ação conjunta do MPT, Polícia Federal, Ministério Público Federal (MPF), Defensoria Pública, e Ministério da Economia.

No país, a força-tarefa garantiu R$ 500 mil em rescisões e 3 parcelas do seguro-desemprego para cada resgatado. Outras medidas, como ações judiciais contra os exploradores, também são estudadas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Participaram da ação aproximadamente 300 policiais federais, 100 auditores-fiscais do trabalho, 29 procuradores do Trabalho, 78 agentes de segurança institucional, 12 defensores públicos federais e membros do MPF.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Ainda não há comentários

Publicidade

Últimas Notícias

Eventos estavam ocorrendo em desacordo com a legislação vigente no enfrentamento ao Covid-19

Não houve ninguém ferido, e o trânsito não chegou a ficar prejudicado no local

Saída de pista foi registrada na manhã deste sábado, dia 15, no Km 366 da rodovia

Corridas terão transmissão ao vivo pelo canal Turismo Nacional no Youtube